Ashes to Ashes – Temporada 3: Episódio 1

Gosto tanto de Ashes to Ashes que decidi que vou fazer uma mini review a cada um dos episódios. Será depois interessante no final da série ver o que achei e escrevi sobre cada um deles, e ver se estava perto ou longe da real solução. Mais tarde com o fim da série irei fazer um pequeno artigo que irá complementar o artigo que fiz sobre o Life on Mars.

Como é óbvio isto está apinhado de SPOILERS!

Que agradável regresso de Ashes to Ashes.

Esta é uma série que se orgulha em ser enigmática e confusa, portanto foi sem surpresas que o genérico de abertura tenha sido alterado. Se antes tínhamos um breve monólogo de Alex a explicar a sua situação, esta nova temporada abre com uma simples e curiosa frase: “My name is Alex Drake. And, quite frankly, your guess is as good as mine.”

É impossível não sorrir, é indicativo que a própria Alex Drake está no mesmo barco que os telespectadores, é uma mensagem dos autores dizendo “Preparem-se para descer ainda mais fundo na toca do coelho”. E de facto o inicio do episódio mostra bem que ainda há muito a descer, Alex acordou no final da anterior temporada em 2008, e inicia esta 3ª temporada precisamente nesse ano, mas desde cedo se torna evidente que as coisas não são assim tão claras.

A verdade (ou não) é que Alex encontra-se realmente num coma dentro do coma (ou seja a sua experiência em 2008 após o final da 2ª temporada é na verdade mais uma criação sua), colocando ainda mais dúvidas se esta nova realidade é real, ao mesmo tempo que a original continua a ser igualmente duvidosa. Eu sei é confuso. Portanto a única certeza que temos é que Alex foi baleada no 1º episódio da 1ª temporada, a partir daí tudo continua nublado.

Alex acorda então do coma (dentro do coma) e desde logo é posta a corrente sobre o que mudou durante aqueles 3 meses por Gene. Gene esteve em fuga, Ray é o novo DCI. A partir daí o episódio entra dentro do que é normal num episódio de Ashes to Ashes, com uma história de rapto não muito original, mas que no entanto permite dar a conhecer o que mudou durante o coma e estabelecer os novos caminhos para esta nova temporada.

O plot do episódio foi bastante genérico e previsível, uma criança de nome Dorothy (nova referência ao Feiticeiro de Oz) é raptada, e é pedido um resgate à sua família. Quem conhece Ashes to Ashes e Life on Mars começa a ficar habituado e acaba por conseguir descobrir facilmente quem são os culpados, e aqui não é excepção. No entanto, como disse anteriormente o importante não é a história em si, mas sim a forma como os personagens lidam com ela e é uma forma de mostrar o rumo desta temporada.

Foram já estabelecidos os novos mistérios para esta nova e derradeira temporada:

– Qual o papel de Keats e qual a razão da sua hostilidade perante Gene.

– O que fez Gene há 3 anos atrás. Estará algo relacionado com Sam?

– Quem é o misterioso homem desfigurado que Alex vê

Para já não tenho muitas teorias, mas se tivesse que apostar seria algo dentro destas linhas: Keats a meu ver é o vilão da temporada, as suas intenções não são muito claras e parece estar a tentar mostrar que Gene não é tão boa pessoa como poderiamos imaginar. Mas para ser sincero não me parece que queiram fazer de Gene algo menos que um herói por isso mas cedo ou mais tarde irá ser claro que as reais intensões de Keats não são as melhores. Tentaram ligar as ameaças de Keats com a morte de Sam Tyler, mas na minha opinião foi apenas uma forma de enganar o espectadores, apostaria talvez na responsabilidade de Gene na morte de alguém chegado a Keats, um familiar talvez? Ou se calhar o Keats é um novo Frank Morgan? As intenções são semelhantes, no entanto isso seria deja vu a mais.

Acho que Sam não morreu e irá ter um papel importante para o desfecho de Ashes to Ashes. Acho que o John Simm vai fazer um cameo neste temporada (Oh god i hope so).

Onde tenho mais duvidas é na identidade do misterioso homem desfigurado. Pode ser tanta gente. Não sei porquê mas algo me diz que é o Gene novo… mas claro é apenas um tiro no escuro. Mas seria uma situação semelhante à vivida pelo Martin Summers na temporada passada. Se calhar o Gene matou o Gene novo há 3 anos atrás…? Hummm…

All in all, um bom episódio, gostei particularmente do “duelo” final entre Gene e Keats e claro, da banda sonora que como sempre é rainha em Ashes to Ashes.

Será interessante ver que rumo a série irá tomar, e de que forma as coisas se vão resolver. Parece que infelizmente o 2º episódio só irá passar daqui a duas semanas… por causa do golf…

“Wakey, wakey, Drakey”

“We’re a team. Bodie and Doyle. I’m the one in the SAS. You can be the one with the girl’s hair. Get yer knickers on. We’re leaving”

“Please talk now, you mare”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: