Ashes to Ashes – Temporada 3: Episódio 4

Muito bem, chegámos a meio desta derradeira temporada, como isto passa a correr! Mais um bom episódio, menos intenso que os anteriores e aparentemente menos revelador, pelo menos superficialmente. Há, como sempre, muitos pequenos sinais e simbolismos espalhados pelo episódio.

Na semana passada previ que seria a vez de Chris passar pelo “teste” e ter o momento “Life on Mars”, mas surpreendentemente tal não sucedeu. Irá acontecer no futuro? Chris terá de alguma forma um destino diferente de Shaz e Ray? No entanto Chris foi uma peça importante neste episódio e simbolizou bem a forma como a equipa está a reagir ao confronto entre Gene e Keats, confronto esse  que tem como finalidade a conquista da lealdade do grupo, algo bem visível na forma como Chris tratou Keats à frente de Gene, chamando-o de “Guv”.

Keats foi provavelmente a personagem mais importante neste episódio, principalmente por causa da ultima cena e da forma como ele se relacionou com a personagem da policia infiltrada. Quando ele lhe diz na estação de policia: ‘You wanna run, don’t you. You wanna leave… I don’t blame you. But the end of the road is in sight’. É bastante óbvio que ele sabia o destino dela, algo ainda mais evidente com a cena final em que ele parece “libertar” a alma dela. Ele parece tê-la influenciado, ou pelo menos guiado tal como tentou fazer com Shaz e Ray… no entanto no caso deles Gene interveio. Parece uma luta pela sobrevivência onde a salvação está na conquista da lealdade de Gene.

A história do episódio foi interessante, não tanto pelo caso que girou em torno duma policial infiltrada, mas na forma como todos se relacionam com ela, em especial Chris (Marshall Lancaster esteve impecável, ele é um óptimo comic relief, mas quando faz cenas dramáticas é que ele mostra o bom actor que é), Alex e Keats.

Houve alguns sinais interessantes. Numa cena Alex está dentro dum caixão a ser enterrada, por um momento é possível vislumbrar o cata vento do final do 2º episódio. Noutra cena dentro dum túnel, um vagabundo diz a Alex, “You belong here. You look like you’re visiting, but you’re not, are you? You’re staying.”. E para complicar ainda mais as coisas nesse mesmo túnel está escrito ‘For a good time, call 6620’, ‘Gene ♥ Sam’ e ‘Molly Waz Here’. A ultima inscrição deverá ser mais um lembrete para Alex, as outras duas não faço a mínima ideia, talvez o numero funcione tal como o numero de telefone que o Sam ligava para Hyde no final de Life on Mars.

Mantém-se o tom extremamente negro e quase deprimente (no bom sentido) desta temporada, às vezes até parece uma série diferente, e dá claramente a sensação que o desfecho não será dos mais felizes e positivos, bem pelo contrário. Cada episodio parece uma imparável escalada rumo a um precipício.

Anyway, a imagem que coloquei é um bom ponto da situação sobre este mistério. Para a Alex e para nós, já que estamos todos no mesmo barco.

PS: Para a semana vai aparecer o DCI Litton do Life on Mars😀

Chris: ‘A bit like Batman and Bruce Wayne. Is he a bloke in a cape pretending to be a millionaire playboy? Or is it the other way round?’

Gene: ‘OK, you got me Bols. It’s a massive bleedin’ conspiracy between me, Linda Lovelace and Shergar. And you just rumbled us. So, well done you. Have a Smartie.’

Comments
One Response to “Ashes to Ashes – Temporada 3: Episódio 4”
  1. Estou a chegar! A segunda temporada já está vista e hoje, Domingo, à noite, é hora de começar a terceira. Agora ainda estou a digerir o twist final da temporada. Obrigou-me a ver o início da terceira (apenas os primeiros 5 minutos, nada mais).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: