Octopussy – Operação Tentáculo [1983]

Mais uma etapa ultrapassada. Este Octopussy vinha rotulado de mau filme, será que esteve à altura da reputação?

For Your Eyes Only – Missão ultra-secreta [1981]

Depois da pequena (e refrescante) pausa francesa, Bond está de volta. For Your Eyes Only marca o início da segunda metade da minha maratona e o inicio de mais uma década.

A Good Year – Um Ano Especial [2006]

Ok, ok agora sim é o final definitivo da mini-retrospectiva da Marion Cotillard, e acaba com o único filme da sua fase inglesa que ainda não tinha visto, o A Good Year do Ridley Scott.

Un Long Dimanche de Fiançailles – Um Longo Domingo de Noivado [2004]

Apeteceu-me continuar com a minha semana francesa, como tal decidi rever o Um Longo Domingo de Noivado do Jeunet.

La môme – La Vie en Rose [2007]

Para terminar esta pequena pausa na maratona Bond que centrei à volta da Marion Cotillard, nada melhor que ver o filme que a catapultou para a fama mundial, o La Vie en Rose.

Jeux d’enfants – Amor ou Consequência [2003]

Como cheguei a meio da maratona bond, e para ser sincero já estou um bocadinho saturado, decidi fazer uma pausa e ver algo diferente.

Moonraker – Aventura no Espaço [1979]

It’s Bond, in space! With Lazers! Pew, pew! Termina assim mais uma década, e cheguei precisamente a meio da maratona.

The Spy Who Loved Me – Agente Irresistível [1977]

Tal como uma verdadeira maratona, começo a ficar um pouco cansado da minha maratona bond. Dez filmes já lá vão, já só faltam…doze. Mas é só mais um esforço, já estou quase a acabar mais uma década… já faltou mais.

Metroid [1986]

Já por algumas ocasiões disse aqui no blog que sempre nutri um interesse especial pela saga Metroid, mesmo nunca tendo jogado nenhuma das entradas da série. É dos poucos jogos intimamente ligados às consolas que sempre tive curiosidade em jogar. Pois bem, decidi descobrir a série e nada melhor que começar pelo inicio, ou seja … Continuar a ler

The Man With a Golden Gun – O Homem da Pistola Dourada [1974]

De volta aos 007, segundo filme do Roger Moore, segundo filme de temática oriental depois do You Only Live Twice. Este era um dos meus favoritos em miúdo, a ilha secreta, a pistola dourada, a loira em bikini e o Nick Nack ficaram marcados na minha memória.

Inception – A Origem [2010]

Aha! Já desististe da maratona Bond! Nem conseguiste chegar a metade dos filmes! És um miserável! Sacana! Fracote! Sim é verdade, ontem quebrei a promessa de um Bond por noite, mas foi por uma boa causa, fui ver o Inception!

Live and Let Die – Vive e deixa morrer [1973]

Primeiro filme da era Moore, deve ser dos que vi mais vezes, não porque goste, mas porque passava muitas vezes na televisão.

Diamonds Are Forever – Os diamantes são eternos [1971]

O elevado grau de estupidez acumulada neste filme fez baixar o meu QI para níveis preocupantes. Sinto-me uma pessoa mais burra depois destas duas horas.

On Her Majesty’s Secret Service – Ao serviço de Sua Majestade [1969]

Mais um dos meus personal favourites e o ultimo 007 da década de 60. Mais quatro décadas e acabo isto!

You Only Live Twice – Só se vive duas vezes [1967]

Estou a chegar a uma altura em que começo a não me lembrar de alguns dos 007 e algumas memórias misturam-se com a de outros filmes. Deste You Only Live Twice só tinha recordações da batalha final no vulcão. E depois deste visionamento, a verdade é que não me lembro de alguma vez ter visto … Continuar a ler

Thunderball – Operação Relâmpago [1965]

Mais um Bond e a primeira estreia para mim até agora. Curiosamente este é o filme que mais facturou em toda a série (tendo em conta a inflação) não fazia a minima ideia.

Goldfinger – 007 contra Goldfinger [1964]

Mais um dia, mais um 007. E mais um dos meus favoritos, foram três bons filmes de rajada, infelizmente começa a chegar a altura dos mais fraquinhos.

From Russia With Love – Ordem para matar [1963]

Segundo filme da maratona, e mais um dos meus favoritos. É um filme que acaba por marcar o fim do estilo iniciado no Dr. No e que o Goldfinger veio mudar de forma definitiva um ano mais tarde.

Tales of Monkey Island [2009]

Agora que acabei o Monkey Island 2 aproveito e despacho já o ultimo jogo da saga, o recente Tales of Monkey Island da Telltale. E como é da Telltale, é obviamente um jogo episódico, por isso vou jogando um a um e vou actualizando esta minha review enquanto os acabo.

Dr. No – O Agente secreto [1962]

Este mês decidi fazer uma maratona de 007, vou tentar (mas não vou conseguir) ver um filme por dia. Grande parte deles já os vi em tempos, outros será uma estreia. O primeiro da lista é obviamente o Dr. No, que sempre foi dos meus favoritos.

Robert Holmes

Hoje arranca uma nova secção aqui no PixelHunt, intitulada de Pixel Sound. Basicamente será um espaço onde falarei de algumas músicas e/ou compositores de videojogos que merecem ser destacados.

Monkey Island 2 Special Edition: Le Chuck’s Revenge [2010]

E pronto, depois de passar a semana a falar nele lá o acabei. Ao contrário da primeira edição especial eu nunca joguei o Monkey Island 2 original, eu sei que é imperdoável, ainda por cima até gosto da série, mas mais vale tarde que nunca. Assim, esta pequena critica acaba por funcionar como texto de … Continuar a ler

Burnout Paradise [2008]

Vamos por as coisas em pratos limpos, não gosto de jogos de condução arcada, para mim um jogo do género tem que desafiar o jogador a… conduzir. Nunca joguei um Burnout. Não sou apologista dum jogo de condução em open world. Então por que raio me meti no Burnout Paradise?

The Curse of Monkey Island [1997]

É verdade! Hoje finalmente é lançado o Monkey Island 2 Special Edition: Le Chuck’s Revenge, como tal vamos fazer um  ultimo olhar ao passado e falar do 3º capítulo, The Curse of Monkey Island.

Retrospectiva: Half-Life 2 [2004]

Dois mil e quatro Tal como fiz com o Portal há uns meses atrás quando recebeu um update, decidi fazer já a minha peregrinação anual a City 17 com a desculpa de experimentar o novo (e à muito prometido) update. Sempre foi um dos meus jogos favoritos, como é que se porta 6 anos depois?