The Living Daylights – Risco Imediato [1987]

Primeiro 007 da era Dalton e na minha modesta opinião um dos mais subvalorizados da série.

De facto acho este filme um dos mais ignorados pelo grande publico, não sei se é por ter o Timothy Dalton ou por ser um filme pouco… “Bondiano”, mas depois da desgraça que foram  grande parte dos filmes do Moore este The Living Daylights é uma enorme lufada de ar fresco, arrisco mesmo dizer que é o melhor filme desde… The Spy Who Loved Me dez anos antes, ou então tenho mesmo de recuar até ao On her Majesty’s Secret Services quase duas décadas atrás. Mas tal como a esmagadora maioria dos filmes 007, a ultima parte não consegue estar à altura da inicial, desde o momento em que o James aterra no Afeganistão (a forma como romantizam os Mujahedin parece saída directamente do Rambo III) até ao ridículo duelo com o Whitaker os níveis qualitativos descem a pique, é pena.

O Timothy Dalton é um excelente Bond, fuck the haters, dá 15 a 0 ao Roger Moore que era um tédio descomunal e o seu Bond uma simples caricatura. Só neste filme ele demonstra uma capacidade dramática que o Roger nunca demonstrou em sete, mas isso está mais relacionado com o facto de ele ser um muito melhor actor. A Bond girl conseguiu criar uma certa química com o James, mas ela não é grande actriz, o que é pena.

Próximo na lista é o License to Kill, que nunca tive a oportunidade de ver.

Comments
One Response to “The Living Daylights – Risco Imediato [1987]”
  1. O License to Kill é um filme de acção. Period. Deixa de lado muitas das coisas que pertencem ao universo Bond, até tem bastante violência e está carregado de acção à americana. O filme foi um flop nas bilheteiras (o pessoal não foi à bola com o Dalton, o que acho uma enorme pena) e este ficou assim apenas por dois filmes. Até porque pensou-se ser o fim do Bond. Só voltou depois com o GoldenEye, dando um enorme espaço de tempo entre os dois filmes.
    Gosto bastante deste Living Daylights e do GoldenEye. O License to Kill, se o vires como um filme de acção brainless e à americana, até apre4cias e divertes-te bem. E tem o Del Toro! (Benicio, I mean)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: