The Fountain – O Último Capítulo [2006]

Andava eu hoje pelo Youtube quando tropecei num vídeo dum dos meus filmes favoritos, o The Fountain. Acabei por não resistir e decidi revê-lo.

Há poucos filmes tão polarizantes como este. É comum dizer-se que só se ama ou odeia certos filmes, mas essa é mesmo a expressão correcta com este filme. Quem gosta, normalmente é absorvido pela experiência. Quem não gosta, não consegue ligar-se, chegando mesmo a sentir-se insultado pela presunção do filme. E é compreensível tal disparidade de opiniões porque The Fountain não é um filme vulgar e nem quer criar consenso.

Eu pertenço ao primeiro grupo. Lembro-me de ter lacrimejado no cinema, embora não seja caso único, não é algo que me aconteça frequentemente. Mas o engraçado não está aí, mas sim no porquê. Porquê é que o filme me tocou de forma tão forte? Por causa da história? Medo de perder alguém querido? Não sei… claro que tenho esse medo, mas há uma barragem de filmes que abordam o mesmo tema e não me lembro de nenhum que o fizesse da mesma forma.

Acho que a resposta está no filme em si. A forma como todos os diferentes aspectos se conjugam de forma tão harmoniosa é fenomenal. A junção da belíssima direcção artística e fotografia, a brilhante música do Clint Mansell e as ridiculamente fantásticas interpretações do Hugh Jackman (a sua melhor prestação de sempre) e da Rachel Weisz tornam The Fountain não num filme, mas como já referi anteriormente, numa experiencia visual, auditiva e emocional. O momento de quebra são os maravilhosos 15 minutos finais, arrepio-me todo e fico completamente paralisado, é brilhante.

Um aspecto interessante do filme é o seu enigmatismo, há diversas interpretações (muita gente simplesmente não se quer dar ao trabalho de tentar, é pena mas compreensível) possíveis. Alguns dirão que é um sinal da presunção do Darren Aronovsky e que o filme é assim só para ser diferente, artsy e se sentir superior.

Inicialmente tive uma interpretação que fazia sentido, entretanto andei a ler pela net diferentes teorias que também fazem sentido, mas hoje ao revê-lo e ao tentar encaixar essas teorias, acabei por voltar à minha original. Se calhar não é a mais correcta, mas é a minha.

O grande ponto de fractura entre as diferentes teorias é a questão de quais dos três planos temporais são ou não reais, em especial a de 2500, no espaço. Para mim basicamente a questão é se queremos ou não levar as coisas à letra. Atenção que vou entrar em spoilers:

Levando à letra, o futuro é mesmo real. O Tommy descobriu uma forma de vencer a morte, ele plantou a semente na campa da Izzy e séculos mais tarde partiu para o cosmos junto com ela. Essa teoria é interessante porque segundo ela, o Tom consegue criar uma ligação intra-temporal com o Tommy. Ele efectivamente cria uma realidade paralela, nessa realidade causada por diferentes acções do Tommy (ele foi atrás da Izzy) a Izzy dá-lhe a semente que futuramente lhe permite viajar com o fruto dessa semente. É confusa? É. Faz sentido? I guess… É gira? Eu acho, da-lhe um ar mais sci-fi.

A minha, a que tenho desde sempre, é menos literal. Eu vejo todo o filme como um processo de aceitação por parte do Tommy. Aceitação da morte da Izzy e de que a morte é inevitável. O passado é naturalmente o livro que a Izzy escreveu e o futuro nada mais é que uma representação metafórica da viagem interior do Tommy, desse mesmo processo de aceitação e rendição. O momento final é precisamente o seu momento de claridade onde atinge o nirvana através da aceitação da morte e da recusa da imortalidade. No passado o Tomas morre ao tentar atingir a imortalidade e no futuro o Tom abdica da imortalidade para ficar com a Izzy *snif*

Mas essa é a beleza do filme, cada um vê as coisas como preferir e como lhe fizer mais sentido. E qual é a vossa teoria?

PS: Ainda bem que o projecto inicial foi cancelado. Imaginem um épico com o Brad Pitt… medo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: