Diário Pixelizado: Minecraft – Semana 1

No top de 2010 dei a entender que iria falar sobre o Minecraft numa nova secção e voilá! Não menti!

A nova secção chama-se Diário Pixelizado, e no que consiste isto? Basicamente será uma forma de variar um pouco das minhas tradicionais e enfadonhas críticas e retrospectivas. Certos jogos menos focados na narrativa, que requerem mais tempo, dedicação e dão maior liberdade ao jogador como sandboxes e jogos de estratégia penso que não são feitos justiça com tradicionais criticas. Assim esta nova secção será basicamente o que o nome indica, um diário.

Cada diário será dividido em quatro partes, sendo que cada uma será publicada semanalmente. O objectivo do diário é descrever uma sessão de jogo mostrando a minha progressão e ao mesmo tempo acabando por fazer uma critica .

————————————-

Minecraft: Semana 1

O primeiro escolhido desta rubrica é claro o fenómeno de 2010: Minecraft. Este é um jogo perfeito para fazer um diário destes porque basicamente não tem objectivos e é o jogador que escolhe o que quer fazer. Esta é a versão beta a correr três mods: O Q-Pack para as texturas, o MrMMods para o Ambient Occlusion e o mini mapa e o  e o GLSL Shaders para o depth of field. Para mais mods visitem o fórum do Minecraft. Não sei se isto vai correr bem, mas espero que sim 😀 Vejam isto como uma experiência, se correr bem pode ser que volte mais tarde com outros jogos.

Deixem-me já dizer que mesmo jogando esporadicamente há alguns meses sou ainda novato e não tenho grande experiência. E como esta rubrica é suposto ser curta e simples (serve apenas para mostrar aspectos básicos dos jogos) não me vou aprofundar muito e irei omitir muitos e muitos aspectos do jogo, vejam isto apenas como uma introdução.

O inicio de Minecraft é bastante nu e cru, depois de gerado o mundo de jogo somos lançados completamente indefesos e ignorantes sobre o que fazer. Cabe ao jogador aprender por si próprio como as coisas funcionam. Portanto resta-nos contemplar o mundo à nossa volta e estabelecer objectivos próprios.  Embora seja muito verde em relação a Minecraft já sei como as coisas basicamente funcionam por isso não deverei cometer muitos dos erros típicos dos noobs (deverei cometer muitos outros :p).

E pronto, aqui está o cenário no qual fui lançado, o primeiro grande objectivo é: sobreviver. Para tal é indispensável reunir rapidamente o maior numero de matérias-primas básicas antes da primeira noite. Basicamente areia, terra e madeira, estes três produtos são as mais primárias e essenciais para sobreviver.


À esquerda: A brave new world À direita: O primeiro passo é apanhar matérias-primas básicas antes da primeira noite

 

Para quê tanta pressa? O que é que a noite tem de mal? Pois bem, quando disse que era necessário sobreviver não estava a brincar. A noite em Minecraft é um verdadeiro inferno povoado pelos mais diversos monstros e aberrações que têm apenas um objectivo em mente: lixar-nos 😀 Como tal é indispensável encontrar um pequeno abrigo para passar a noite, de preferência onde os creepers e companhia tenham dificuldade em entrar. O perfeito é encontrar uma zona com mais algumas matérias-primas como pedra e carvão para criar tochas, a tochas são importantes porque geram luz, e a luz mantém os monstros afastados.

Pois bem, o sol começa a baixar e penso que consegui arranjar um bom local para passar a noite, é escondido, abrigado e tem algumas matérias-primas para me entreter durante a noite. No entanto a noite não será completamente tranquila porque ouça lá fora uma aranha 😐

Anyway, o primeiro passo dentro do abrigo é construir uma crafting table que basicamente permite construir objectos como, para já, as tochas e picaretas que serão essenciais para passar a primeira noite e explorar a pequena caverna adjacente ao meu abrigo, felizmente desabitada. Para construir objectos é indispensável consultar a Wikia do Minecraft.


À esquerda: Parece um primeiro abrigo prometedor À direita: indeed it is, depois de certificar que estava desabitada toca a esperar pelo nascer do dia

 

Apesar dos barulhos lá fora foi uma noite bem passada, recolhi boas quantidades de carvão, ferro e pedra. Penso que estou pronto para procurar a localização da minha base definitiva que será o ponto central do meu jogo. Esta é das partes mais importantes, é agora que o jogador deve decidir qual o seu objectivo. No meu caso estou à procura duma ilha isolada não muito afastada da costa onde possa construir a minha casinha, modesta mas simpática. Não é tão acessível como parece porque não é fácil encontrar o local perfeito e enquanto o fazemos vários dias passarão e muitas noites virão. E quanto mais procuro mais me afasto do meu ponto de ressurreição que é o sitio onde volto quando morro. Pior ainda é que os meus objectos não revivem comigo :O

Mas pensamento positivo! O dia está a nascer, o amanhecer é lindíssimo e um dia de exploração está à minha espera! Toca a explorar! Oh wait… o que é isto? Filha da mãe da aranha continua plantada à minha porta! 😐


À esquerda: AH! Novo dia, avante! À direita: Ahhhhh! Fuck this shit! :O

 

Mas avante! Que os dias são curtos e preciso de encontrar rapidamente uma base. Como disse antes esta fase é manhosa porque se eu morro pelo caminho tudo o que fiz desde o inicio se torna irrelevante porque vai ser dificílimo encontrar os meus objectos no meio do mundo. Mas eu gosto disto, exploração pura (melhor ainda é explorar as partes subterrâneas, mas já lá iremos) a desbravar território virgem. Embora o Minecraft seja visualmente simples e retro, ele consegue gerar paisagens surpreendentemente belas. Pelo caminho encontrei uma formação rochosa que normalmente seria perfeita para a minha base, gosto muito de construir fortes no topo de montanhas, mas desta vez, como já disse o objectivo será uma pequena casa numa ilha, para variar um pouco.

Em condições normais escolheria este lugar, but not today!

 

Este mapa não é muito propicio aos meus desejos por isso está a ser complicado escolher um bom local. Pior ainda está a ficar novamente de noite e terei de arranjar mais um local provisório para me abrigar. Escolhi mais uma gruta um pouco em cima da hora. Infelizmente não parece desabitada porque ouço os terríveis gemidos de creepers e esqueletos… 😦 O melhor a fazer é selar a gruta, construir uma pequena espada para auto defesa (serve mais como apoio psicológico)… e esperar… esperar pelo amanhecer ao som dos meus pesadelos 😦


À esquerda: Oh… Hi there! À direita: Toca a barricar-me e a construir uma poderosíssima espada de… pedra 😐

 

A noite lá se passou de forma relativamente segura. Segundo dia de exploração com a casa às costas. Não posso continuar assim por muito mais tempo, mesmo que não encontre o local perfeito tenho que me instalar definitivamente no dia de hoje. Depois de verificar que amanheceu e que o terreno está livre lanço-me furiosamente no encalço dum bom local para montar a tenda. Já estou tão longe do meu ponto de ressurreição que se torna complicado arriscar muito. A exploração tem que ser feita aos poucos de forma cuidadosa e evitar cair de locais demasiado altos. O dia avança de forma imparável… daqui a pouco já é novamente noi… Oh… espera aí! Acho que… acho que encont… SIM! Encontrei! Sim! Não é perfeita, mas servirá! Esta será a minha base! A minha ilha! Casa!

Está encontrado o local para a minha base!!

Continua!

Semana 1 – Semana 2 Semana 3Semana 4

Comments
6 Responses to “Diário Pixelizado: Minecraft – Semana 1”
  1. Álvaro diz:

    Muito bom. Continua a tua aventura e a publicar que vou andar atento.
    Cuidado com as aranhas e restantes bichos e vai informando sobre a construção da tua casa 😉

  2. Guilherme Reis diz:

    Ei amgo porque vc não faz videos de gameplay comentando suas aventuras
    faria mais sucesso e poderia até ganhar dinheiro com isso, como muitos gamers fazem no youtube , acho que assim poderia aproveitar melhor suas jogatinas! ^^

    • Olá Guilherme! Talvez o faça no futuro, ainda para mais agora que o jogo foi oficialmente lançado e já não jogo há muito tempo. Não sei é se terei muita capacidade em fazer um vídeo interessante. Obrigado pelo comentário!

  3. legauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. kixty9 diz:

    “Para construir objectos é indispensável consultar a Wikia do Minecraft.”
    Nessa frase, você cometeu um erro ao linkar a Wiki de Minecraft na palavra Wikia. Existem duas wikis de Minecraft: a Minecraftwiki e a Minecraftwikia. Você linkou a primeira mencionando a segunda: trocou as bolas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: