2001: A Space Odyssey – 2001: Odisseia no Espaço [1968]

Hoje foi dia do clássico sci-fi e um dos filmes da minha vida, 2001: A Space Odyssey.

Acho que posso dizer que houve um Berto antes e outro depois do 2001, acho que toda a gente que se interessa por cinema tem um filme que por alguma razão o fez gostar disto. No meu caso foi o 2001. Deixem-me só contar um episódio pessoal que me lembro como se fosse ontem, estava eu no 10º ano e o meu professor de filosofia aconselhou-nos como “TPC” a ver o 2001 que passava naquela noite na TV. Na altura eu não ligava muito a cinema e delirava com filmes tipo O Dia da Independência e o Twister por isso podem imaginar o choque que foi ver o 2001. Em vez de ignorar o filme, fiquei completamente siderado, felizmente tive a clarividência de o gravar e seguiram-se mais visionamentos nos dias seguintes. A partir daí comecei a pesquisar sobre o Kubrick, li o livro do Arthur C. Clark, vi o A Clockwork Orange e o resto é história. Posso dizer com orgulho que o meu lado cinematográfico foi moldado pelo 2001. Às vezes pergunto-me como seria hoje, se não tivesse seguido o conselho do meu professor… e já nem me lembro do nome dele…

Pois bem, lá fiz o esforço de o rever pela… não sei em quantas vão :p Então mas porquê é que o 2001 é assim tão especial?

Para além do aspecto pessoal que referi, 2001 é acima de tudo uma experiência, experiência essa que é impossível viver lendo apenas o livro, sou por isso de opinião que o filme é muito superior ao livro do Clark, porque a magia de 2001 está na poesia visual, na música, no som e no casamento de tudo isto. Até porque da primeira vez que o vi não percebi NADA do que se estava a passar, não captei nenhuma mensagem, simbolismos e temáticas, fui esmagado apenas pela experiência. Só com mais visionamentos, com o livro e com pesquisas na (na altura, uma novidade para mim)  Internet é que comecei a ver mais para além dos estímulos sensoriais.

Este foi o primeiro filme a cores do Kubrick depois do technicolor de Spartacus, e UAU! Lindíssimo, quase que passa por um filme HD moderno, muito limpo. Adorava ter visto a reacção das pessoas na altura da estreia, custa a imaginar que este é um filme de 1968! Deve ter sido um choque ver a ultima fronteira retratada de forma tão realista e científica. O futuro de 2001 embora esteticamente muito influenciado pelas modas dos anos 60, é um futuro prático e realista.

Uma dessas “visões” do futuro é o uso da inteligência artificial, aqui representada pelo super computador HAL 9000, que acaba por ser a personagem mais interessante do filme e um protótipo para todas as IA psicóticas que se seguiram na cultura popular. Para além de personificar uma das temáticas favoritas do Kubrick (o “cérebro” que falha e erra) HAL 9000 permite colocar questões morais sobre a fronteira humana.

Há inúmeras cenas que merecem ser destacadas… o primeiro aparecimento do monólito, quando o homem primitivo “descobre” a arma, a transição entre o osso e a nave e a posterior valsa cósmica, o “assassinato” do HAL, a entrada do Bowman num novo estado evolutivo… mas a mais memorável e impressionante para mim é a viagem pelo portal, um autêntico orgasmo visual psicadélico.

2001: A Space Odyssey pode ser o filme da minha vida, mas não é o meu favorito. E não é por causa do filme de amanhã, A Clockwork Orange.

Comments
2 Responses to “2001: A Space Odyssey – 2001: Odisseia no Espaço [1968]”
  1. Álvaro diz:

    Acho que se tivesse de escolher um filme “maior do que a vida” ou que representasse a nossa espécie, tinha de ser este. A primeira vez que o vi era um miúdo, e não o vi todo, tive de ir dormir porque já era tarde, mas do que vi gostei.
    Mais tarde consegui-o ver na RTP e adorei o filme, achei tudo fantástico. Desde os actores, à lentidão do filme, imagens, diálogos e o HAL que é uma máquina do mais humano que há, e até a sua voz foi bem estudada e planeada. Chega a assustar. Fiquei colado ao filme.

    Tens um erro na primeira linha, em ouve. eheh

  2. Estava a “ouvir” o berto😀 Obrigado pela correcção🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: