Eyes Wide Shut – De Olhos Bem Fechados [1999]

Finalmente, após quase um mês terminei a minha retrospectiva pela filmografia do Kubrick e claro com o maravilhoso Eyes Wide Shut.

O Eyes Wide Shut é um dos meus maiores arrependimentos cinematográficos, é o único filme do Kubrick que poderia ter visto no cinema e não o fiz, é daqueles momentos que surgem uma vez na vida e têm de ser agarrados logo na altura. Não o fiz… e agora ando aqui a lamuriar-me.

Mas lembro-me muito bem da altura em que estava para ser lançado, havia uma grande polémica sobre cortes que tinham sido feitos por causa duma sequência que muitos comparavam a pornografia, penso que era um filme maiores de 18 cá (que na altura tinha mais impacto que hoje em dia) e começaram a surgir rumores (provavelmente quase todos falsos) sobre as filmagens, de autoritarismo do Kubrick que obrigava a dezenas e dezenas de takes, falta de química entre o Cruise e a Kidman, cenas de sexo real… estava-se a criar um ambiente polémico à volta do filme, que na verdade foi a melhor publicidade que poderia ter.

Mas… a verdade é que o deixei passar, o que é estranho porque na altura estava em pleno processo de descoberta do Kubrick. Acabei por comprar uma cópia VHS um tempo depois e… não gostei. É curioso que actualmente é um dos meus favoritos do Kubrick, mas foram necessários vários visionamentos porque a minha reacção inicial não foi muito positiva.

Foram precisas décadas para que finalmente o Kubrick fizesse um filme que explorasse directamente a sexualidade que ele tantas vezes camuflava. Acho que posso classificar Eyes Wide Shut como um… thriller sexual cujo foco é a obsessão do protagonista em relação à sua insegurança matrimonial e sexual.

Mas o que mais gosto no filme é o seu ambiente e atmosfera, o jogo de cores e uma noite Nova Iorquina que mais parece saída dum sonho, e de facto nem sempre é fácil de distinguir bem o que é ou não real e/ou exagerado pela insegurança e obsessão do protagonista.

Por falar em protagonista, Tom Cruise e Nicole Kidman estavam no auge do seu sucesso e foi um risco de ambos partir para um projecto deste tipo. O Tom Cruise está bem, embora continue a ter os mesmos tiques de sempre que ele nunca consegue tirar, mas a estrela é mesmo a Nicole que se encontrava no apogeu da sua beleza e sensualidade e foi a partir daqui que arrancou para uma série de excelentes performances que culminou num Oscar.

A minha cena favorita é DE LONGE a da cerimónia, a coreografia e a musica tornam tudo muito, muito fascinante, hipnótico e ao mesmo tempo assustador. Gosto também da cena em que o Tom Cruise é desmascarado e da pequena cena em que ambos estão em frente ao espelho.

E pronto! Que bem que soube ver de novo todos os filmes do Kubrick! Amanhã irei publicar um pequena artigo que escrevi para a Red Carpet há uns tempos atrás e mais tarde possivelmente um top com o melhor e pior desta retrospectiva.

Comments
One Response to “Eyes Wide Shut – De Olhos Bem Fechados [1999]”
  1. Hugo Bessa diz:

    Engraçado que na altura que vi o filme tive exactamente a mesma opinião que tu. Não gostei muito, mas quem sabe se vendo novamente não mudaria a minha opinião. Afinal de contas, a idade já nos dá alguma experiencia e maturidade para aceitar projectos diferentes e algo inovadores. Vou ter isto em conta e mal possa revejo novamente o filme…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: