And Yet It Moves [2009]

Para quem não sabe o Humble Indie Bundle entrou na sua 3ª edição. E para quem também não sabe o Humble Indie Bundle (a promoção acaba daqui a 7 dias) é um pacote de jogos indie onde pagamos a quantia que quisermos e cujos lucros podem ir para caridade se assim entendermos. Esta edição é composta pelo Cogs, Crayon Physics Deluxe, And Yet It Moves, Hammerfight e VVVVVV, tentarei falar um pouco de alguns deles.

O primeiro é o And Yet It Moves. Isto vai ser muito breve porque o jogo é… muito curtinho. Terminei-o em 2.5 horas, deverá ter mais algumas horinhas com os desafios extra, mas nada de muito substancial. And Yet It Moves é um perfeito exemplo dum jogo experimental construído à volta duma ideia inovadora. Aqui a ideia é o mundo de jogo que pode ser manipulado pelo jogador em quatro direcções, ou seja o jogador pode (ou melhor, tem) que rodar o cenário em quatro planos distintos (cima, baixo, esquerda, direita) para resolver puzzles.

O grande problema deste tipo de jogos é que raramente conseguem partir da tal ideia e fazer um jogo com alguma substancia, mas felizmente And Yet it Moves consegue. Cada nível apresenta ao jogador desafios completamente distintos e obriga-nos a usar tudo o que aprendemos anteriormente para progredir. Isto é bastante evidente no ultimo mundo de jogo (que é o melhor) que para além de ser um bom desafio é também uma autêntica viagem psicadélica.

O lado menos interessante é a sua história, ou melhor a ausência de história. Não é algo que se possa criticar, porque isto é suposto estar apenas focado na sua jogabilidade e mecânicas de jogo, mas a verdade é que sem uma história que ligue todos os níveis os motivos de interesse são mais reduzidos e infelizmente vai significar que o jogo não vai ficar marcado na minha memória a médio/longo prazo.

Visualmente não é dono de uma grande beleza, mas é sem duvida único e tem uma personalidade muito própria. Basicamente o mundo de jogo é representado por desenhos, cortes e colagens de papel. Dá a ideia de estarmos a navegar num daqueles trabalhos manuais que fazíamos na primária. O som e musica são muito peculiares, muitos efeitos sonoros são vocalizações… tal como na parte visual não é propriamente bonito, mas tem muita alma.

Para concluir, And Yet It Moves é um joguinho muito interessante, simpático e cheio de boas ideias. Só por ele já vale a pena comprar o Humble Indie Bundle, e como podem pagar o que quiserem tipo… é um roubo. Nos próximos dias tentarei acabar e falar do Crayon Physics Deluxe.

Positivo:
+ Mecânicas inovadoras
+ Desafiante

Negativo:
– Curtinho
– Ausência duma narrativa

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: