Top 10 Jogos Indie

2011 está a ser um bom ano “videojogável” no campo indie. Como tal decidi finalmente listar os meus 10 jogos indie favoritos. A primeira questão a ter em conta é: O que é um jogo indie?

Às vezes é difícil de definir, até porque uma Valve por exemplo é independente, logo os seus jogos seriam independentes… mas vamos ficar por uma explicação mais simples. Jogos indie são jogos de baixo orçamento sem qualquer apoio financeiro duma grande distribuidora.

O bom nos jogos indie é que existem carradas e carradas deles, o mau é que… existem carradas e carradas deles. Nem sempre é fácil jogar todos os que valem a pena e certamente não joguei muitos que se calhar iria adorar.

Pois bem este são os 10 que mais gostei de jogar até hoje.


10 – Dear Esther – 2012

Uma imersiva e atmosférica experiência narrativa. Simplesmente belíssimo, não é no entanto um videojogo tradicional.


9 – To the Moon – 2011

Uma excelente e emocional história de amor, de longe um dos jogos cuja narrativa mais me tocou. Precisava de ser mais “jogo” para subir mais uns degraus.


8 – Frozen Synapse – 2011

Um shooter estratégico por turnos. Pode parecer uma mistura estranha mas resulta muito bem. Muito viciante e gratificante e dono duma maravilhosa banda sonora. Uma das boas surpresas de 2011 e levou de mim 4 estrelas.


7 – VVVVVV – 2010

Uma homenagem à geração dos 8bit, VVVVVV é um adorável e desafiante jogo de plataformas e exploração com visuais retro e uma banda sonora dos deuses. Merecedor de 4 estrelas aqui no PixelHunt.


6 – Super Meat Boy – 2010

Um dos jogos com níveis de dificuldade mais brutais dos últimos tempos, Super Meat Boy ganhou notoriedade não só por isso mas também pelos seus controlos perfeitos. É uma autentica carta de amor ao género indie e aos clássicos da era 8bit. Ficou em 5º no meu GOTY 2010 e levou 4 estrelas.


5 – World of Goo – 2008

Se fizesse um top com as melhores bandas sonoras de videojogos, qualquer género que seja, World of Goo estaria por lá. Mas não é só a sua banda sonora que é deslumbrante, os visuais e mecânicas de jogo elevam World of Goo para um patamar de excelência. E tem um charme simplesmente irresistível.


4 – Minecraft

Minecraft tornou-se num monstro de tais dimensões que chega a desafiar a ideia que temos dos jogos indie. Ainda não foi lançado oficialmente (no momento em que escrevo está em beta) e já vendeu cerca de 3 milhões de cópias… 3 milhões é mais que… a esmagadora maioria de jogos AAA, tudo isto (para já) numa só plataforma. Minecraft é um sandbox com uma liberdade assustadora, podem ler a minha opinião no diário que fiz há tempos.


3 – Braid – 2008

Braid de Jonathan Blow  transformou-se em 2008 na figura de cartaz da cena indie, com um estrondoso sucesso crítico e uma projecção mediática pouco vulgar no género. E a verdade é que mereceu, Braid é um jogo de plataformas onde é possível manipular o tempo. Até aí nada de novo, mas as novas mecânicas que ele vai introduzindo é que foram inovadoras. Para além disso tem uma arte e banda sonora lindíssimas e um ultimo nível maravilhoso.


2 – Machinarium – 2009

Os Checos da Amanita Design desde cedo mostraram o seu talento para aventuras gráficas com um toque surreal com a série Samorost, mas foi com Machinarium que atingiram a perfeição. Machinarium é uma homenagem às aventuras clássicas, uma montra visual simplesmente arrebatadora, tudo com muito charme. Ficou em 2º no meu GOTY 2009.


1 – Amnesia: The Dark Descent – 2010

Toda a produção e lançamento foram suportados inteiramente pela Frictional Games que depois de uma parceria com a Paradox decidiram lançar-se sozinhos. Foi uma jogada arriscada de tal forma que o futuro da empresa esteve dependente do sucesso do jogo. Felizmente Amnesia vendeu bem, e merecidamente porque é um jogo do caraças. Foi o meu GOTY de 2010, e dei nota máxima.

Comments
13 Responses to “Top 10 Jogos Indie”
  1. Hugo Bessa diz:

    Gostei do que li mas senti a falta do Trine. Acho tambem que o world of Goo pelo vicio que provoca, merecia um lugar no top-3, mas apesar de tudo foi um bom Top…

  2. vitor1392 diz:

    top ficou fail :X minecraft ficou em primeiro lugar

    • Mano Nemesis diz:

      Concordo com o Hugo. e Vitor minecraft pode ser muito bom e viciante mas julgando pelos gráficos a nota dele seria ruim. a única coisa que atrai as pessoas a ele é a habilidade de interagir com o cenário. ha muitos jogos com essas mesmas funções. se você perceber o minecraft não é tão viciante com outros jogos como world of goo. joguei uns 5 meses td dia até que enjoei. por mim Minecraft só estaria no máximo no 4º lugar mesmo. oque faz ele ganhar mais reconhecimento sãos os mods porque o jogo em si não é tão bom assim.

    • Anónimo diz:

      Terraria bate de 1000 a 0 no Minecraft…

  3. O que comentou diz:

    Minecraft é Um Indie? PQP

  4. Angela diz:

    Faltou o Limbo! Em minha modesta opinião, é o melhor.

  5. Anónimo diz:

    Limbo, cadê Limbo?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: