Batman: Arkham Asylum [2009]

A versão PC do Arkham City está aí a chegar (finalmente) e para refrescar a memória estive a jogar o original, bom na verdade apenas acabei um playthrough que tinha deixado a meio há uns meses, mas mesmo assim deu para voltar a ficar com o bichinho dum dos meus jogos favoritos dos últimos anos.

Aquando do seu lançamento lembro-me que não tinha qualquer pingo de interesse, não sou um grande conhecedor do lore Batman, jogos baseados em super-heróis tinham o historial de serem medíocres e a Rocksteady não era propriamente garantia dum bom jogo. Quando começaram a surgir as primeiras criticas favoráveis fiquei um pouco curioso mas ainda de pé atrás. Foi quando joguei a demo que todas as duvidas se dissiparam, estava perante um bom jogo, muito bom mesmo.

Arkham Asylum não é bem o que se espera à primeira vista, curiosamente o jogo segue uma filosofia próxima de Metroid e Castlevania (o denominado Metroidvania) ou seja temos um mapa extenso que vai ficando acessível aos poucos à medida que desbloqueamos novas habilidades, no caso do Batman novos gadjets. É uma decisão interessante e que em retrospectiva parece lógica, mas na altura acabou por ser surpreendente porque parecia um tradicional jogo de acção/aventura. A exploração é parte central do jogo, mas o combate não fica atrás, o sistema é extremamente gratificante e coeso, e quando conseguimos fazer longos combos e limpar salas com dezenas de rufias é muito recompensador, mais parece um bailado. Aliás, à parte da campanha, há diversos desafios centrados precisamente no sistema de combate com leaderboards.

Outro dos desafios aproveita o sistema de stealth que é outra das mecânicas onde Arkham Asylum brilha. Pode não ser o mais complexo e completo, mas funciona e dá-nos uma sensação de poder que um predador como Batman deve ter. É muito recompensador ouvir os comentários de pânico dos inimigos enquanto os deixamos inconscientes um a um. No entanto não esperem um jogo fácil, Batman é vulnerável a armas de fogo, e no nível de dificuldade mais elevado alguns desafios e encontros podem tornar-se extremamente desafiantes.

Arkham Asylum embora tenha um mundo semiaberto é extremamente linear durante a campanha, cada “capitulo” decorre dentro duma das instalações do asilo e aí a liberdade é praticamente nula, no entanto as ligações entre essas sequências possibilitam alguma liberdade, mas sempre com limitações. Não há nada de mal com isso, bem pelo contrário, é só após o término da campanha que toda a ilha fica ao nosso dispôr para podermos coleccionar toda a “catrefada” de troféus e desbloqueáveis, e que bons que são! Eu não ligo muito a essas coisas, mas Arkham Asylum é dos jogos que mais gozo dá em apanhar todos os segredos e desvendar todos os enigmas do Riddler. O meu espírito coleccionador veio ao de cima e neste segundo playthrough até consegui atingir os 100%.

A campanha é muito, muito sólida, com uma óptima escrita e um voice acting maravilhoso, directamente saído da série de animação do Batman, portanto com Mark Hamill como Joker e Kevin Conroy como o cavaleiro negro. É um sinal do enorme respeito que a Rockstady tem pela série e por todo o lore Batman duma forma geral. Esperem uma enomre quantidade de pequenos cameos de quase todos os vilões e personagens da mitologia Batman, e até foi adicionada uma pequena enciclopédia com uma breve descrição de todos eles. Alguns momentos durante a campanha são memoráveis, especialmente os momentos surreais induzidos pela toxina do Scarecrow, infelizmente nem sempre o jogo consegue manter esses elevadíssimos níveis de choque e surpresa, aliás até termina num terrível final com um boss completamente desinspirado e…. à videojogo… é pena.

Batman: Arkham Asylum é um jogão e é obrigatório não só para os fãs do morcego mas para qualquer um que simplesmente goste de videojogos, it’s that good!

Positivo:
+ Voice acting
+ Respeito pela mitologia
+ Mecânicas de combate e stealth
+ Sistema de troféus e coleccionáveis

Negativo:
Boss fights, especialmente o final

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: