Samorost 2 [2005]

Há tempo falei-vos do Samorost e da forma como trilhou caminho para o Botanicula, para complementar decidi jogar também a segunda parte, Samorost 2.

Com a duração de apenas 1 horinha, Samorost 2 refina e evolui a fórmula do primeiro jogo (que relembro era free) para um projecto um pouco mais longo e o primeiro projecto comercial da Amanita Design. O que disse sobre o primeiro jogo mantêm-se relevante aqui, embora seja uma aventura point and click, as suas mecânicas são muito particulares.

Os seus jogos centram-se no típico point and click, mas o twist está na forma como interagimos com o mundo. É tudo muito subtil e nunca nos dizem o que fazer. Há uma serie de locais no cenário que reagem ao nosso toque e cabe ao jogador perceber o que cada local faz e como se ultrapassam os puzzles.

Samorost 2 volta a centrar-se no pequeno gnomo branco e no seu cão, que é raptado por seres alienígenas. Não esperem muita história, este é um jogo estritamente visual que conta uma narrativa extremamente simples apenas através do ambiente. Embora seja um projecto comercial, ainda “cheira” muito a jogo experimental, nota-se que Jukub Dvorský e companhia ainda andavam a fazer experiências, experiências essas que iriam ser utilizadas no primeiro jogo “a sério”, o Machinarium.

Os puzzles são mais difíceis que no primeiro jogo, no entanto são quase todos bastante acessíveis, os únicos problemas que vão encontrar são por causa do horrível pixel hunt (no pun intended) que simplesmente não funciona em backgrounds de baixa resolução como são os de Samorost 2. Foi frequente ficar encalhado porque o pixel que precisava encontrar era minúsculo.

Visualmente segue a mesma onda do primeiro jogo, muito surreal e bizarro o que aliado à música minimalista dá ao jogo um ambiente muito imersivo. Este tipo de ambiente e atmosfera é algo que a Amanita Design se esmera em todos os seus jogos e não há muitos outros jogos que transmitam o mesmo. Negativamente não posso deixar de passar o sistema de saves que é retrógrado. Baseia-se num sistema de passwords que é incomodativo e pouco prático.

A primeira metade do jogo está disponivel de graça no site da Amanita, terão de pagar para jogar a segunda metade. Ou então podem comprar no Steam por exemplo a míseros 4€. Estou curioso para ver como vai sair o Samorost 3, já que segundo parece vai ser uma longa aventura como Machinarium e Botanicula.

Positivo:
+ Musica
+ Puzzles
+ Direcção artística

Negativo:
– Baixa resolução
– Sistema de saves
– Curtíssima duração

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: