Serious Sam 3: BFE [2011]

ss3

Durante o mês de Dezembro ocorre como normalmente nesta época, as famosas promoções do Steam. E se existe algo que estas promoções permitem, é a possibilidade de podermos comprar vários jogos a preços muito baixos e por conseguinte, ter acesso a títulos que de outra maneira dificilmente poderíamos jogar. Assim, sendo eu um aficionado por jogos old-school, foi com enorme prazer que pude completar a minha colecção da série Serious Sam, com o terceiro capítulo do jogo, que aqui é uma prequela do que já testemunhamos nos jogos anteriormente lançados pela Croteam.

Serious Sam 3, tal como os predecessores, é um first person shooter que prima pela ausência completa de um argumento coerente. Apresenta-se como um título que pode e deve ser jogado sem ser levado muito a sério, pois o único objectivo a que se propõe é de abater centenas de inimigos, num estilo de jogo a fazer lembrar velhos clássicos como Duke Nukem, Doom ou até mesmo o excelente Painkiller. Para tal, temos ao nosso dispor um enorme arsenal que vai desde a simples marreta, passando pelos habituais lança-rockets, caçadeiras e miniguns, até a um canhão (sim leram bem), que em certas alturas do jogo parece ser pouco para  a quantidade absurda de inimigos com que somos presenteados.

serious-sam-3a

Os inimigos, possuem todos eles um excelente design e é de louvar o regresso de velhos conhecidos como o kamikaze decapitado que consegue criar o pânico em locais apertados, especialmente se tivermos poucas munições em nossa posse; ou até como os já conhecidos esqueletos Kleer que lá para o final do jogo provam ser um autêntico entrave para algumas situações de jogo. O leque completo de inimigos ascende acima da dezena, e podem estar descansados que todos se apresentam como ossos duros de roer, especialmente se vierem acompanhados, coisa que felizmente para quem é fã, é algo que acontece com relativa frequência. Só a título de exemplo, todos os níveis têm uma contagem de inimigos que vos é apresentada no final de cada capítulo. Só para ultrapassar o último tive que matar cerca de 1800 inimigos (com uns gigantes e muitos kamikaze pelo meio), sendo que esta tarefa demorou-me cerca de 80 minutos a concretizar. É que somos literalmente enviados para um inferno em que temos de ter reflexos rápidos, muitas munições e um sentido de presença notável de modo a não corrermos o risco de encravarmos nesta parte do jogo.

Em termos de mecânica de jogo não esperem encontrar muito mais que isto, pois ao inicio de cada fase é dado o objectivo, que normalmente (e apesar de algumas excepções) passa por conseguir atingir o final da respectiva zona que regra geral é bastante povoada por aliens e afins, que diga-se a verdade, possuem muito pouco (ou nenhuma) inteligência artificial. É certo que esse não deve ter sido o principal objectivo da Croteam, mas apesar da loucura que ocorre em cada nível, não era má ideia tentarem dotar os adversários de um pouco de “sabedoria” de modo a evitar o simples tiroteio sem qualquer tipo de dificuldade (esta é conseguida apenas pela quantidade de inimigos, e não por outras razões) para o jogador.

serious-sam-3b

Realmente, podem dizer-me que em comparação com Duke Nukem Forever, até estou a ser bastante simpático para com este título, mas acreditem que isto não é por acaso. Ao passo que no jogo do nosso amigo Duke, eu me senti várias vezes aborrecido com tudo o que acontecia, neste aconteceu precisamente o contrário, pois a vontade de ultrapassar mais um obstáculo era bem mais forte e emotiva que no anterior exemplo. Não sei se é pela banda sonora que mistura cânticos baseados na localização do jogo com heavy metal, ou pelos gráficos (que apesar de não serem muito bons comparados com outros jogos, apresentam-se bastante bonitos nos vários cenários) que conseguem cumprir a sua função, o que é certo é que em nenhum momento das onze horas que demorei a concluir o jogo, eu me senti aborrecido com o que estava a presenciar e a desfrutar.

Serious Sam 3, tal como a produtora pretende, não é um título para ser levado a sério. Se gostam de jogos que tem como objectivo, apenas e só a diversão e alguma dose de adrenalina, então este poderá ser um caso a ter muito em conta, especialmente pelo preço reduzido a que está à venda no Steam. Caso queiram algo mais sério ou até mais profundo então Serious Sam 3 não é para vocês, pois dificilmente ireis ter algum tipo de proveito num título que pretende ser tudo menos algo lógico e politicamente correcto.

Positivo:
+ Adrenalina
+ Politicamente incorrecto
+ I love the Kamikazes

Negativo:
– Apesar de tudo, poderiam diversificar a jogabilidade
– Dificuldade exagerada do último nível
– Grafismo qb

Sai do templ… do PixelHunt com:

Comments
One Response to “Serious Sam 3: BFE [2011]”
  1. Álvaro diz:

    Nem só de grandes argumentos e jogabilidade vivem os bons jogos. Lembro-me de jogar o 1º e gostava bastante de andar por ali a disparar desenfreadamente.
    Muito porreiro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: