Zero Dark Thirty – 0:30 A Hora Negra [2012]

zero_dark_thirty_ver4_xlg

Aos poucos lá vou despachando os nomeados aos Oscares, este era provavelmente o que menos empolgado estava porque a premissa não me interessa minimamente e porque não gostei lá muito do anterior filme da Kathryn, The Hurt Locker.

Mesmo não tendo sido completamente do meu agrado e ter achado que não merecia o Oscar em 2010 (Inglorious Basterds foi roubado!) reconheço muitas virtudes em The Hurt Locker, especialmente nos magistrais momentos de tensão. Mas Zero Dark Thirty simplesmente não me conseguiu conquistar. É demasiadamente longo, é desinteressante e já todos sabemos como termina. Termina com a captura do Bin Laden, mas fá-lo duma forma muito…. anti-climática e sem grandes fogos de artificio, o que depois de 2 horas de preparação e expectativa soube a pouco. É certo que reflecte a discrição dos acontecimentos reais, mas depois dum build up tão grande esperava algo diferente.

É claro que tem aspectos positivos, a qualidade da escrita é muito boa e realista, a realização da Kathryn é surpreendentemente controlada e recatada e claro a Jessica Chastain tem um excelente desempenho, com uma personagem muito diferente do que já a vi fazer, com uma interessantíssima progressão e desenvolvimento desde uma agente relativamente inexperiente até uma mulher carregada pela sua obsessão.

Mas a verdade é que de todos os nomeados Zero Dark Thirty é provavelmente o que menos gostei.

Originalmente de 2012, estreou em Portugal em 2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: