Mortal Kombat [2011]

MK

Finish him… again, and again, and again…

Com o intuito de devolver esta saga mítica aos velhos tempos de glória das 16 bits, a Netherrealm Studios, lançou mãos à obra e decidiu recriar os 3 primeiros jogos num remake que é em quase tudo um jogo novo. E diga-se de passagem que em boa hora o conseguiu pois além de ser um jogo de luta bastante competente, Mortal Kombat consegue o feito de tornar-se o primeiro jogo deste género a oferecer um modo história digno, longo e bastante bem conseguido.

A história do jogo mostra-nos Raiden tentando decifrar as visões e as mensagens que recebe do seu alter-ego do futuro de modo a evitar os eventos que levam à destruição de todas as realms. Com isto, tudo que aconteceu anteriormente em Mortal Kombat, como Liu Kang vencendo o torneio e os Lin Kuei transformando pessoas em ninjas cibernéticos são apagados, dando a possibilidade à produtora de contar com uma versão diferente dos acontecimentos. Neste modo história, cada combate possui um significado visto que é antecipado por sequências de vídeo que justificam as razões pelas quais iremos avançar para a luta, tornando assim os acontecimentos coerentes e bastante elaborados. Nestes acontecimentos, tomamos controlo de 16 personagens deste universo, sendo que para cada uma existe uma história particular que acaba por interligar-se com a plot principal, tornando este modo no principal dentro do pacote oferecido pela Netherrealm.

mortal-kombat1

E já que falamos em combates, há que louvar o facto de Mortal Kombat regressar às suas raízes, com lutas completamente 2D, mas sendo estas realizadas sobre modelos em 3D bastante bem elaborados e detalhados, numa prova que o Unreal Engine 3, motor de jogo que suporta esta entrega, ainda está para as curvas. Os cenários clássicos da serie estão de volta, e bem melhor conseguidos que os originais, possuindo quase todos, elementos interactivos que ocorrem em simultâneo com os combates. É frequente combatermos no nível da estação do metro, e vermos este a circular, ou então combatermos nos terraços de um prédio, tendo como pano de fundo dragões a destruírem helicópteros da policia. Muito bom…
Com esta entrega, temos à nossa disposição os 26 lutadores clássicos (sendo 2 deles novidades), com todos os seus golpes característicos de regresso, tal como as famosas fatalities, que neste capitulo ascendem a um nível de violência sem paralelos na série, sendo estas somente equiparadas aos novos ataques X-Ray, que podem ser desencadeados quando uma barra especial enche, como resultado dos danos dos oponentes, podendo estes ataques retirar até 50% da vida do adversário.

mortal-kombat2

Além do modo história, Mortal Kombat possui ainda as já famosas ladders que segundo a dificuldade podem aumentar ou diminuir em longevidade; possui ainda um modo Training para os jogadores poderem aperfeiçoar a sua técnica com cada lutador, mas a cereja no topo do bolo é a challenge tower, que com os seus 300 desafios é capaz de oferecer várias horas de diversão (e angustia, tal a dificuldade), muito por culpa das condicionantes exigidas em cada combate. Não se admirem de estarem a combater num cenários às avessas, ou então a terem um combate cujos danos só são infligidos por certos combos. Como prémio no final de cada combate, ao jogador é dado moedas que quando acumuladas podem ser trocadas na kript por vários extras como novas fatalities, musicas, desenhos e alguns segredos ocultos. Por ultimo, temos um modo online, que segundo reza as crónicas está bem conseguido, mas como ainda não o testei, irei abster-me da sua apreciação.

Mortal Kombat regressa pela porta grande. Depois de várias entregas abaixo do expectável, sendo a mais flagrante a versão Armageddon, é bom ver que esta serie está de boa saúde e ainda é capaz de oferecer excelentes desafios a quem gostar de um bom jogo de luta. Pessoalmente, com este jogo, Mortal Kombat passou para a frente do pelotão no que ao melhor jogo de luta diz respeito, sendo boa ideia algumas produtoras olharem para o modo história como inspiração para outra series de sucesso. Eu cá adorei, e vocês?

Positivo:
+ Story mode
+ Grafismo
+ Jogabilidade

Negativo:
– Dificuldade por vezes exagerada

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: