The Invisible Man – O Homem Invisível [1933]

The Invisible Man one-sheet poster

Depois duns dias parado estou de regresso à Maratona Terror 2003 com o quarto filme da lista e o ultimo da década de 30, The Invisible Man.

Este é provavelmente o clássico da Universal que menos conhecia, muitas das ideias que tinha estavam completamente erradas e acabou por ser uma surpresa. Desde logo fiquei admirado por todo o humor (muito dele negro) presente, o que não deixa, no entanto, de ser expectável tendo em conta que é um filme do James Whale que já no Bride of Frankenstein viria a mostrar esse lado mais informal. Tal como na sequela de Frankenstein, também aqui resulta muito bem, é certo que retira The Invisible Man da categoria de puro terror, mas dá-lhe muito charme e personalidade.

Muita personalidade tem o homem invisível em si, um “monstro” muito especial, muito diferente dos seus colegas da Universal. Acho fascinante nunca o vermoss durante todo o filme (a melhor cena é quando revelam a sua cara no final) e de certa forma temos de imaginar o que se esconde por detrás das ligaduras e da… invisibilidade. Se ele começa com uma certa ambiguidade, desde cedo ele se transforma num autêntico Loki, espalhando caos por onde passa sem qualquer característica redentora. Embora entenda que isso se deva à crescente megalomania causada por um poder tão grande, nunca me permitiu ganhar o mais pequeno pingo de empatia por ele, ao contrário do que acontece com os outros “monstros” da época.

À semelhança do protagonista também o filme em si é um pouco diferente dos seus pares da Universal. Embora toque nos típicos temas de “homem que quer fazer de Deus e tem de ser castigado”, nem sempre segue a mesma fórmula e faz um pouco lembrar a maior liberdade do Dr. Jekyll and Mr. Hyde, se bem que duma forma mais comedida. Não posso, claro, deixar de falar dos fantásticos efeitos visuais que para a época devem ter sido de deixar qualquer um de boca aberta!

Gostei, bom filme, começa um pouco a meio gás mas o final é bastante bom! Para o próximo da lista vamos saltar directamente para a década de 60 com Carnival of Souls! Até lá vejam muitos filmes. Ah podem ver o The Invisible Man AQUI por exemplo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: