Jurassic World – Mundo Jurássico [2015]

JW

Lembro-me bem daquela altura em que todos os meus colegas da escola queriam ser paleontólogos e estavam malucos com dinossauros. Eles eram cromos, bonecos, revistas, peluches, jogos, tudo! A estreia de Jurassic Park em 1993 desencadeou uma histeria que só se veria, talvez, 4 anos mais tarde com Titanic.

Todos queriam ser paleontólogos e dinossauros (sim, havia pessoal a brincar que eram dinossauros, mãozinhas junto ao peito tal e qual um Tyrannosaurus) menos eu… nunca me fascinei muito pelo filme nem pela temática para ser sincero, na altura andava mais vidrado em aviões, no Senna e no Benfica de João Pinto, Rui Costa e companhia.

Bom, mas a verdade é que Jurassic Park é um bom filme, um dos últimos que criou uma genuína sensação de espanto e admiração no publico em geral, algo que infelizmente, hoje em dia, é quase impossível. Ainda hà dias estava a passar na TV, fiquei a ver até à cena do ataque do T-Rex e posso dizer que envelheceu graciosamente. Contudo estamos aqui para falar da sua nova sequela (sim, vamos fingir que não estamos a ver as outras duas, ali no canto a fazer cenas embaraçosas… move along, não os conheço) intitulada, é claro, Jurassic World. Sim a próxima sequela será Jurassic Galaxy!

Vou já dizer assim sem pudores, gostei. É um bom filme da pipoca e, curiosamente, tem uma perfeita noção do que é, o que acaba por ser extremamente refrescante. Não é um filme que se leva propriamente muito a sério e conhece as suas fragilidades, jogando com elas. Jurassic World sabe duas coisas: que nunca iria criar o mesmo impacto do original e o que tornou Jurassic Park um sucesso. E é por isso que está a fazer paletes de dinheiro.

Todo o filme traça um paralelismo entre o parque de diversões e o filme em si. Os directores do parque (e do filme) temem que o o Jurassic World (parque e filme) esteja a perder força porque o publico já não se impressiona com qualquer coisa. Meros dinossauros já todos vimos e as pessoas querem mais e maior. E é então que começam a criar novas espécies em laboratório e, como é óbvio, acontece um desastre. No parque, porque o filme está a ser um sucesso descomunal.

O final é um pouco videojogo meets Godzilla demais para o meu gosto, mas é fan service I guess. De qualquer das formas, tendo em conta o filme que é, Jurassic World é porreirito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: