It Follows – Vai Seguir-te [2015]

it-follows-movie-poster

Hoje é noite de dia das bruxas e dia de terminar mais uma longa maratona, e fazemo-lo da melhor forma possível, com este excelente It Follows.

Acho que é seguro dizer que It Follows tem uma das melhores e mais criativas premissas do género nos últimos tempos. Se o que o faz com ela é de qualidade, admito que está aberto a discussão, mas a ideia em si, na minha opinião, é do mais perturbador que já encontrei.

E é perturbador sem cair no campo do gore ou da tortura, consegue sê-lo apenas na ideia que transmite. E que ideia é essa? Muito basicamente uma maldição persegue de forma imparável uma pessoa que, para se ver livre dela tem de obrigatoriamente passa-la através de contacto sexual. É uma forma muito básica e primária de a descrever, porque há uma série de… regras à volta disto, que tornam o dia a dia das vitimas, um pesadelo e uma tensão quase insuportável. Isto porque, a tal maldição adopta a forma de qualquer pessoa a qualquer hora do dia. Essa maldição move-se lentamente, a passo, e na minha óptica isso ainda a torna mais assustadora, porque a facilidade que a vitima tem em fugir, dá-lhe um falso sentimento de segurança, que eventualmente será sempre estilhaçado. Enquanto via o filme só pensava “então mas… como é que dormiria em paz e sossego?”. Não dormiria. É um nível de desconforto ao nível de Invasion of the Body Snatchers.

A atmosfera é muito particular. Sendo um filme onde adolescentes fogem duma ameaça causada pela actividade sexual (o maior cliché num dos maiores sub géneros de terror) seria fácil de imaginar uma tonalidade idêntica às camionetes de slasher teen films que abundam o mercado. Nada mais errado. A atmosfera é pesada, o ritmo é lento e pausado, tudo é montado para criar um ambiente opressivo e incomodativo.

Questiono-me se o ultimo acto conseguiu concluir de forma satisfatória a sua excelente premissa e acho que… nem por isso. Mas de qualquer das formas não chega a estragar aquele que, para mim, é um dos melhores filmes modernos de terror desde… The Descent, e um dos pouquíssimos que posso dizer que me causou um genuíno sentimento próximo do medo.

Bom, damos então por terminada mais uma maratona terror. São já seis anos a descobrir e a rever bom cinema de terror. Espero ver-vos por cá para o ano. Bom Halloween!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: