Creed – O Legado de Rocky [2015]

creedpostersmall

Curto o Rocky, especialmente o primeiro filme, mas também as patetices posteriores onde no meio de propaganda anti-comunista Reageniana até apareciam robots e tal, mas a bem da verdade, de uma forma ou de outra quase todos são pouco relevantes porque, vamos ser sinceros, seguem quase todos o mesmo template. A piada era mais ver como a vida pessoal do Rocky ia progredindo. O filme original é tipo o apogeu da clássica história do underdog.

Rocky Balboa tinha sido uma boa despedida para o personagem, portanto acho que pouca gente esperava um regresso do Italian Stalion, mas é mesmo o que aconteceu. Pela primeira vez fora do controlo criativo de Stallone, Creed centra-se não em Rocky, mas em Adonis Johnson, filho ilegítimo do lendário Apolo Creed, uma das figuras de proa da saga.

Foi uma jogada inteligente mudar o foco de Stallone para um novo protagonista, mas no final das contas, Michael B. Jordan, à semelhança da sua personagem no filme, nunca consegue sair da sombra da lenda que é Stallone. O sexagenário rouba por completo o filme ao jovem actor. Stallone conhece tão bem a sua personagem que nem precisa de se esforçar, é tudo tão fluido e natural que o resultado é genuinamente bom, de tal forma que até lhe valeu o globo de ouro há uns dias.

Estaria a ser hipócrita, depois de ter cascado na ausência de espírito criativo do Star Wars: Force Awakens, não mencionar o mesmo aqui. Na prática Creed é um remake de Rocky, as linhas gerais são idênticas e muitas das homenagens estão perigosamente perto da “cópia” desinspirada, mas ao contrário do filme de J.J Abrams, Creed sabe quando acalmar, tem coração, chama e não está preso à necessidade de vender bonecos e camisolas na loja da Disney. O que quero dizer com isto é que Creed, mesmo perdendo alguma da crueza, nua e realista de Rocky, consegue manter-se com os pés no chão e olha com reverencia e respeito para as suas origens.

Se me perguntarem se gostei, direi obviamente que sim. Se me perguntarem se seria necessário… direi que… se calhar nem por isso. Mas é bom de qualquer das formas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: