Firewatch [2016]

FW

O meu primeiro jogo de 2016 é um que, honestamente, nunca tinha ouvido falar até cerca de uma semana antes do seu lançamento. Conheci-o através do trailer em que tropecei ao ler algumas impressões sobre este Firewatch.

O facto de o ter comprado quase instantaneamente é um sinal do impacto que o material promocional teve em mim. Uma aventura narrativa onde controlamos um homem que decide passar o verão como vigia de incêndio numa floresta parece banal na vida real, mas inserido num videojogo é duma tremenda lufada de ar fresco. Pode parecer uma premissa demasiado simples, mas esconde razões e mistérios que logo pelo trailer me despertaram a curiosidade. A forma mais fácil de o descrever em poucas linhas é caracteriza-lo como, na minha opinião, o primeiro jogo geralmente denominados de walking simulators (um termo pejorativo, mas que é a forma mais rápida de os caracterizar) a conseguir dar O passo seguinte.

FW1

Com isto quero dizer que Firewatch segue os passos de Dear Esther (que de certa forma deu inicio a este subgénero), Gone Home e The Vanishing of Ethan Carter (que seguiram as pisadas ao adicionar elementos narrativos mais fortes e um gameplay mais robusto) e consegue entrar num novo patamar ao oferecer algo que, até então, estes jogos nem sempre conseguiram fazer. Falo dum elemento narrativo constantemente activo que guia o jogador em frente, não por necessidades “explorativas”, mas sim narrativas. Pode parecer irrelevante porque isso quase todos os jogos fazem, mas num jogo destes cuja essência ainda é a imersão e exploração ao ritmo do jogador, penso que é algo de tremenda importância que, espero, venha a inspirar mais gente.

Como já referi, Firewatch assenta-se em dois pontos basilares, a narrativa e a exploração. Em termos narrativos não sei bem se a recomendo. Quer dizer, eu gostei, logo é óbvio que a recomendo, mas a minha duvida prende-se pela imensidão de relatos de jogadores que se sentiram defraudados pelo seu desfecho, pelo facto de ser muito mais simples e realista do que talvez ela prometesse ao longo do jogo. Admito que a história tem aquele elemento à Lost que tão bem sabia prometer e deixar pistas de que algo incrível estaria ali ao virar da esquina, mas o desfecho é, na minha opinião, suficientemente forte (de certa forma fez-me lembrar o desfecho de The Vanishing of Ethan Carter) para fechar com chave de ouro uma excelente experiência.

FW2

O outro ponto importante, a exploração, é a que podem esperar dum jogo destes. Fantásticos visuais, muitos elementos narrativos ambientais e um convite ao jogador a explorar o mundo de jogo, um mundo que, diga-se de passagem, é muito maior e aberto que os denominados walking simulators, cheio de caminhos alternativos (sim segue ainda uma filosofia de corredores, se bem que abertos) e até elementos “metroidvania” com passagens inicialmente bloqueadas.

Só tenho de torcer o nariz à surpreendente ausência de vida animal no mapa, numa floresta selvagem é estranho e sente-se a sua falta. E, claro, à horrível performance tendo em conta o jogo que é. Sim tem visuais lindíssimos mas em termos técnicos não deveria ser assim tão pesado. É infelizmente uma consequência do motor Unity que não está habituado a estas coisas.

Resta-me dizer que Firewatch é o primeiro bom jogo de 2016, e a menos de 20€ é uma pechincha. É certo que com apenas 5 horas de jogo pode parecer um preço puxado, mas se gostam destas experiencias narrativas, é uma decisão facil de tomar.

Positivo:
+ História.
Voice acting.
+ Atmosfera.
+ Visuais.

Negativo:
– Performance.
– Mapa despido de vida.

Tempo de Jogo: 5 Horas

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: