Stalker [1979]

Maratona Tarkovski

Antepenúltimo filme da maratona e um dos que já tinha visto antes, aliás podem ler o meu texto original ali em baixo onde, para lá de falar do que senti como obra cinematográfica, comparei-o com a série videojogável que é igualmente fantástica.

Bom, ainda mais do que aconteceu com o segundo visionamento do Solaris, passei a gostar ainda mais de Stalker vendo-o agora de novo, muito provavelmente porque estou tão mais bem ambientado ao Tarkovski, à sua visão, poesia, simbolismos e estilo, coisa que não acontecia em 2010 . E a verdade é que torna-se muito mais fácil apreciar o realizador russo quando já nos movimentamos com mais à vontade no seu mundo.

tumblr_nuqf7cDNQd1rt27y3o1_500

Gostei tanto de o rever que acho que se tornou no meu favorito do Tarkovski (com Andrei Rublev e O Espelho ali taco a taco) e é nem tanto pelo seu lado poético ou visual como é habitual nele, mas pela sua tremenda e inigualável atmosfera que, mesmo que seja penoso “experienciar” (mesmo em filme) causa um enorme impacto e ligação emocional, pelo menos comigo (aliás, como o jogo).

Para concluir, excelente filme, continuo a dizer que não é para todos, nem falo da sua filosofia e longos planos, que é comum a quase todos os seus filmes, mas este é acima de tudo, um filme que em termos de atmosfera menos convida o espectador e sentir-se confortável (espelhando um pouco a miséria medieval de Andrei Rublev, aqui num cenário futurista pós apocalíptico).

separador

Texto original

Decidi fazer uma pausa nos filmes de merda que tenho visto recentemente e começar a despachar a minha vasta lista de espera que tenho para ver. Comecei pelo Stalker do Tarkovski.

Eu já tinha visto parte do filme há uns tempos, mas não prestei a atenção devida nem estava com a disposição certa para o ver. Sim, porque a fama de filme lento está bem entregue, é de facto um filme que leva o seu tempo a arrancar e a desenvolver, aliás como é habitual no Tarkovski. Como tal, é necessário ver o Stalker no estado de espírito certo.

O que salta logo à vista é a sua cinematografia, é simplesmente sublime, algumas cenas são autênticas obras de arte. O ambiente e atmosfera da zona é outro aspecto que me impressionou e o contraste entre a zona e o mundo exterior através das diferentes tonalidades está óptima e acabou por ser surpreendente para quem jogou o S.T.A.L.K.E.R. que falarei mais à frente. A zona é quase um lugar mágico, pelo menos para o stalker que praticamente reverencia o local, aliás é o seu paraíso. pl2A ideia da sala que realiza os desejos  (ideia recuperada pelo jogo) acaba por ser bastante perturbador, na medida em que é um espelho dos nossos desejos mais íntimos e obscuros que nem nós temos consciência que existem, valerá a pena correr esse risco? O escritor e o professor acharam que não, gostei muito dessa cena final e da reacção do stalker.

Como este é um blog um pouco mais centrado em videojogos acho que é pertinente fazer algumas comparações com a série S.T.A.L.K.E.R. que tem algumas referências e inspirações com o filme (e livro). Há muitas semelhanças como o wish granter, as anomalias e tudo o resto, mas no aspecto mais importante acaba por ser bastante diferente. A zona é muito distinta entre ambas as obras. Se em ambos os casos é um local perigoso e hostil (embora nunca o vemos no filme, apenas imaginamos que o seja pelos relatos do stalker) no jogo ela é cinzenta, triste e ameaçadora e povoada. Curiosamente no filme ela é vibrante, colorida e desabitada contrastando com o exterior frio, negro e desolador, certamente simbólico da forma libertadora e quase mística de como o stalker a vê. É também interessante ver onde a GSC se inspirou para a cena final do S.T.A.L.K.E.R..

Vendo-o agora no estado de espírito certo e com a devida  atenção acabei por achar Stalker um filme bem mais gratificante que no meu primeiro visionamento. Não sei se o devo aconselhar, eu gostei, mas estou consciente que é um filme que muita gente não vai conseguir “engolir” à primeira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: