The Abyss – O Abismo [1989]

abyss_ver1

Nada melhor que suceder ao Aliens nesta maratona com The Abyss, o filme que Cameron realizou após a caça aos xenomorfos.

Decidi colocar The Abyss na lista porque lhe queria dar uma segunda oportunidade e um novo visionamento. Por incrível que pareça só o tinha visto uma vez, e já há algum tempo. Lembro-me que não gostei e sempre o considerei como o mais fraco do Cameron, sim, mais que o True Lies.

Todos conhecemos a paixão do Cameron pelo mar e exploração marítima, e The Abyss é de certa forma uma carta de amor a tudo isso (que revisitaria com Titanic e alguns documentários) e de certa forma nota-se o carinho e a atenção que ele dá ao filme. Toda a parte técnica e robótica, os efeitos causados no ser humano e todas particularidades físicas inerentes ao ambiente subaquático são mostradas e detalhadas com o cuidado de quem sabe do que está a falar. Toda essa faceta do filme agradou-me e, mesmo que a meu ver Cameron não tenha aproveitado a claustrofobia do setting para criar algo mais ambicioso em termos de ambiente, acaba por funcionar.

giphy

Mas, há outra faceta. Está na altura de falar do elefante na sala, pois é, os extraterrestres. Não funcionam. Simplesmente não deveriam ter entrado aqui, foi, a meu ver, um erro crasso que infelizmente afunda (pun intended) um filme que poderia e deveria ser um exercício de claustrofobia e tensão, um 2001 no fundo do mar, numa aventura ligeira de contacto extraterrestre saído directamente da escola de Spielberg e do seu Close Encounters of the Third Kind. Não ajuda que o design dos aliens seja terrível.

Atenção que não tenho quaisquer problemas com a inclusão de extraterrestres na narrativa per se, mesmo se quisessem seguir essa linha, Cameron podia ter ido buscar outras inspirações, tipo em Lovecraft, o setting encaixa que nem uma luva. Mas se calhar Cameron queria fugir do terror dos seus filmes passados e mostrar algo menos opressivo. De qualquer das formas há aqui alguns momentos de enorme emoção e  tensão que dão uma maior seriedade e consistência a The Abyss, de onde se destaca a cena da ressurreição e o mergulho no abismo e alguns traços tipicos do Cameron como um bom elenco e um bom vilão.

Vendo-o agora uma segunda vez, The Abyss subiu alguns degraus na minha consideração, no entanto, continuo a achar que foi uma enorme, ENORME oportunidade desperdiçada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: