Independence Day – Dia da Independência [1996]

independence_day_poster

O único filme da década de 90 da lista é porventura a sua cabeça de cartaz. Na minha opinião os anos 90 foram uma das piores décadas na ficção cientifica no cinema, não é portanto estranho que um filme como Independence Day seja o seu mais reconhecido representante.

Com o passar do tempo Independence Day tem vindo a ganhar um novo estatuto bastante distinto do que teve na altura, hoje em dia é visto como uma divertida homenagem aos filmes de invasões alienígena dos anos 50 e o impulsionador da moda dos filmes catástrofe dos anos 90. A ultima parte é sem duvida acertada, de facto Independence Day fez explodir o sub-género dos filmes catástrofe que estava adormecido desde os anos 70, mas desafio qualquer um para um duelo ao pôr do sol se me vierem dizer que é uma bonita homenagem à ficção cientifica dos anos 50.

Independence Day era um mau filme quando saiu e continua a sê-lo hoje em dia. Escusam de trazer os vossos óculos nostálgicos e vir com histórias de que é um filme pipoca que só quer divertir e que é bom quando desligamos o cérebro. Essa é a definição do Transformers 2: Não me lembro do subtitulo. O que vocês estão a pensar é Mars Attacks!, isso sim é uma homenagem, Independence Day era e continua a ser um filme narrativamente vazio que segue cegamente a cartilha de “como fazer um blockbuster nos anos 90″. Perdoem-me lá, mas é a verdade and you know it.

tumblr_n7di3nU4NP1qzikspo1_500

Mas… sou um filho dos anos 80. Tinha 13 anos quando o filme saiu. Para a minha geração, que começou a ir ao cinema com Twister, Dante’s Peak, Armageddon e companhia, rever Independence Day trás muitas memórias. O discurso do Bill Pullman (tão do agrado do pessoal do Brexit) dá-me pele de galinha ao mesmo tempo que penso o quão básico é. Na verdade… Independence Day não é apenas um mau filme de ficção cientifica… é, é uma maquina do tempo para quando tinha de implorar à minha mãe para gastar uns trocos no cinema do Fonte Nova para ver aquele filme das explosões. E se calhar é por isso mesmo que a minha geração tenha, erradamente, dado a Independence Day o estatuto que se calhar não merece.

Em nome da minha geração, as minhas mais sinceras desculpas, mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: