Caligula – Calígula [1979]

37 DC – 41 DC

Bom, bom, bom…. Acho que vou abrir uma caixa de Pandora. Pois é, para 4º filme desta minha semana romana do 1 Pixel 6 Filmes, decidi focar-me no sucessor de Tiberius (relembro que em Ben-Hur era ele o Imperador) e num dos problemas que assolou o Império até aos seus dias finais, maus imperadores.

Escolhi Calígula, o infame Imperador que deu origem ao igualmente infame filme que granjeou fama de imoral, pornográfico e todos outros adjectivos que possam imaginar. Nunca o tinha visto e estava curiosíssimo de ver se era só fama ou tinha algum do proveito, e vou ser o mais honesto possível, não gostei. Sou um tipo de mente aberta e nada afectado por falsas (i)moralidades, mas a verdade é que Caligula é completo lixo cinematográfico e nem falo das cenas ridículas de sexo e “porn exploitation” que falham por completo na missão de chocar o espectador (são pura comédia) porque pouco mais fazem que abrandar o ritmo do filme quando ele ameaça tornar-se interessante.

E é isso que mete mais pena, porque há aqui muito potencial e muita coisa boa que simplesmente não tem quaisquer possibilidades de se juntarem e fazer um bom filme. Malcolm Mcdowell está soberbo, o ambiente etéreo de pesadelo funciona às mil maravilhas, o lado extravagante e senil não só de Calígula mas da alta sociedade Romana (aqui exagerada, claro) mostra uma diferente faceta do lado mais limpo que Hollywood sempre retratou Roma, e os cenários teatrais cheios de cores berrantes mostram pequenas amostras dum diamante que só precisava de alguma arte e contensão para se mostrar. Na realidade, basta ver a excelente ultima cena do filme, onde Calígula é assassinado pela guarda pretoriana e Claudius declarado imperador para ver como em alguns momentos este filme consegue ser bom.

Infelizmente, toda a produção (um filme da Penthouse, sim essa Penthouse) foi um épico desastre e Caligula transformou-se num filme completamente desmembrado e esquartejado onde a violência e principalmente o sexo, tornaram-se cabeça de cartaz para o vender junto a um público mergulhado no cinema exploitation dos anos 70. É uma autêntica ridícula manta de retalhos abrilhantada por um Malcolm Mcdowell no pico das suas capacidades vindo de A Clockwork Orange, um Peter O’Toole completamente podre de bêbado em todas as cenas e uma Helen Mirren que dá tudo, conseguindo manter o profissionalismo e seriedade no meio de tanto rabo e genitália como se tivesse num filme normal.

É difícil falar de realismo histórico aqui, tal como Cleópatra (e Júlio César também, em menor escala) o Calígula da nossa cultura popular está completamente deformado pela visão romantizada da história. Ele foi um dos exemplos mais famosos dos imperadores excêntricos e absolutistas que usavam o seu poder ilimitado como veiculo da sua insanidade e megalomania, mas como sempre, os relatos que temos sobre ele são tremendamente exagerados pelos historiados posteriores à sua vida. Mas este é obviamente um péssimo filme para qualquer pessoa que queira realismo histórico, está carregado de imprecisões e exageros, mesmo que alguns pontos mais importantes da sua vida estejam aqui representados.

Não vou negar que passei à frente de muitas, muitas partes aborrecidissimas que em nada ajudam o filme, as cenas de sexo (literalmente filmadas em pós produção pelo pessoal da Penthouse) são ridículas e quebram qualquer pretensão de que o ritmo do filme pretendesse ter, tornando-o numa experiencial extremamente lenta e aborrecida. Custou-me muito vê-lo até ao fim.

portanto, muito potencial, alguns pontos altos, mas no geral é um completo desastre e um péssimo filme que, honestamente, não posso nem quero recomendar. Portanto, vejam a melhor cena e fiquem-se por aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: