The Age of Decadence [2015]

Um dos jogos mais prometedores da ultima década para qualquer fã de RPG hardcore, The Age of Decadence pareceu preso num limbo durante o seu longo, longo processo de desenvolvimento, mas finalmente viu a luz do dia.

Pensado por parte de aficionados de RPGs da Black Isle como uma resposta à crescente simplificação e perda de identidade dos RPG modernos, The Age of Decadence é um jogo que se eleva por causa de toda essa ambição desmesurada, mas também tem algumas dificuldades em dar o derradeiro passo rumo à perfeição. É curioso que tenha sido lançado agora (agora, como quem diz, já lá vai ano e meio) numa altura em que os RPGs que The Age of Decadence queria revitalizar, estão outra vez na moda com jogos como Pillars of Eternity, Torment: Tides of Numeneria, Underrail ou Divinity: Original Sin. O timing da sua saída pode fazê-lo parecer como apenas mais um, mas é importante ter a noção do quão isolado The Age of Decadence estava aquando o seu desenvolvimento.

Então, mas consegue fazer o que se propõe? É um digno regresso aos bons velhos tempos? Sim, sem dúvida, a liberdade de The Age of Decadence e a requinte do seu mundo é tremenda e consegue emular a riqueza de jogos como Fallout por exemplo. As diferentes formas como cada jogador pode abordar o mundo e os vários desafios são a jóia da coroa de The Age of Decadence.

Em especial o mundo de jogo que funciona como um espelho do vazio deixado pela queda do Império Romano na nossa história. É certo que aqui viajamos por um mundo de fantasia, mas as semelhanças e paralelismos são mais que evidentes e propositadas. Aquele sentimento de nostalgia e perda por um tempo quase esquecido no tempo é bastante único e dá toda uma grande personalidade a toda a aventura.

Cada abordagem que o jogador tiver (e há vários backgrounds distintos por onde escolher) resulta em aventuras bastante distintas entre si porque o jogo está construído duma forma que potência isso mesmo. Está feito para que sejam necessários inúmeros playthroughs para poder desvendar e desbloquear todas as possibilidades, isto porque o sistema central do jogo não se centra em level ups como na esmagadora maioria dos RPG, mas sim através de skills que abrem caminhos, no entanto, os pontos disponíveis para gastar em skills são limitados, portanto se apostarem pontos em habilidades como inteligência ou discurso não terão pontos suficientes para serem um bom guerreiro por exemplo, fechando logo aí inúmeras portas que deverão ser descobertas em novos playthroughs.

Ainda só completei um playthrough como um lore master que basicamente é uma mistura de arqueólogo e professor, centrado em habilidades não agressivas. A minha aventura foi fantástica e acho que se enquadrou que nem uma luva num mundo onde o passado está à escondido e à espera de ser desvendado.

Há algumas coisas que não gostei tanto e acho que estão directamente ligados à enorme ambição dum jogo que não consegue estar ao nível do que quer atingir. Nem falo de aspectos técnicos que são obviamente limitados pelo baixo orçamento, mas mais pela relativa falta de interactividade com o mundo. Estou habituado a centenas de pontos interactivos em cada cenário e por vezes fiquei desiludido pelo pouco número de objectos, pessoas e localizações com que podia interagir, mas esse sentimento vem da liberdade que a história me deu e que não se estendeu para o resto do jogo.

De quaquer das formas The Age of Decadence foi uma experiência muito gratificante e um dos mundos de jogo que mais me fascinou descobrir e explorar. Recomendado para fãs de RPG, especialmente os da velha guarda. Recomendo também para fãs de história e arqueologia, vão por mim.

Positivo:
+ Narrativa e escrita.
+ Liberdade.
+ Universo de jogo.

Negativo:
– Limitações técnicas e reduzida interactividade..

Tempo de Jogo: 20 horas, um playthrough.

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: