The Disaster Artist – Um Desastre de Artista [2017]

Não sou particularmente apreciador de comédia, tenho muita dificuldade em rir e achar piada ao humor tradicional, portanto não é de estranhar que as minhas comédias favoritas não sejam propriamente as mais ortodoxas. Elas rodam mais à volta de áreas próximas do humor constrangedor como The Office (original), humor negro como The Lobster e autênticos desastres que conseguem misturar tudo isso, como o mágico The Room (e tantos outros, recomendo darem uma olhada ao Best of the Worst que é uma mina de filmes deste calibre).

Hoje em dia é difícil escapar ao fenómeno de culto que é The Room tal a projecção que ganhou nos últimos anos, mas para quem não sabe, basicamente, é um terrível drama que de tão mau e constrangedor que é, tornou-se numa maravilhosa comédia involuntária de levar qualquer calhau às lágrimas. Hoje em dia, é não só uma das minhas comédias favoritas, mas um dos filmes que mais gosto me dá ver. E não devo ser o único porque James Franco e a sua “companhia” decidiu adaptar o livro The Disaster Artist de Greg Sestero (um dos actores de The Room) que relata a inacreditável e bizarra história dos bastidores do filme.

Para mim, que sou fã de The Room, The Disaster Artist é uma maravilhosa obra de fan service que pega, referencia e homenageia todos os momentos, citações e desastres que o tornam na pérola que é, em especial o bizarro extra-terrestre que é Tommy Wiseau, aqui brilhantemente interpretado por James Franco.

O filme em si, penso que está muito dependente do espectador, em especial se viu ou não The Room, porque honestamente, não sei se funciona para quem o vê sem qualquer contacto prévio com o filme de Wiseau. Nesse aspecto, e em termos puramente artísticos e cinematográficos, é uma obra inferior a Ed Wood (um filme com uma premissa idêntica) por exemplo, na medida em que não funciona tão bem de forma isolada, como puro filme.

De qualquer das formas, adorei o tempo que passei com The Disaster Artist e a recordar os momentos e figuras dum dos meus filmes favoritos.

Originalmente de 2017, estreou em Portugal em 2018.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: