The Shape of Water – A Forma da Água [2017]

Gosto do Guillermo del Toro, acho-o um dos melhores e mais importantes autores e visionários de Hollywood com uma visão própria que ele prioriza sempre em relação ao que os estúdios querem, basicamente é dos poucos realizadores actuais em que conseguimos reconhecer um filme seu, sem saber que é dele.

No entanto, isso não significa que goste de todos os seus filmes, por exemplo não achei grande piada ao Crimson Peak, e os Hellboy e Blade II não são muito a minha onda, na verdade, dele, o que gosto mesmo muito são os seus filmes em castelhano, especialmente El Espinazo del Diabo e El Laberinto del Fauno que partilham muitas semelhanças ao misturar fantasia reminiscente dos contos de fadas e drama histórico.

O novo filme dele, The Shape of Water que já leva uma carrada de nomeações, é o seu primeiro filme americano a seguir esta formula e duma forma geral, embora ache que não atinja o mesmo brilhantismo, é um digno sucessor dos seus outros filmes de fantasia histórica.

Aqui, em vez da Espanha mergulhada na guerra civil (settings de El Espinazo del Diabo e El Laberinto del Fauno) a acção decorre nos EUA durante os anos 50, no auge da guerra fria onde a paranóia americana e os jogos de espiões com os Soviéticos eram a ordem do dia. Como é típico no del Toro, ele mistura elementos fantásticos com a realidade, aqui de forma literal porque o centro da premissa é um ser aquático, bem ao estilo da criatura do Creature from the Black Lagoon (certamente inspirado, conhecendo o quanto del Toro gosta de terror clássico) que a protagonista se apaixona.

Pode parecer estranho uma história de amor entre espécies diferentes, mas as coisas acabam por resultar, muito por causa do estilo e ambiente de conto de fadas que del Toro tão bem emprega.

Não sei se ganhará Oscares importantes, mas só o facto do del Toro ter sido reconhecido com tantas nomeações depois de ter sido relativamente ignorado (se bem que levou para casa algumas estatuetas técnicas) em 2006 pelo brilhante Laberinto del Fauno já é uma vitória.

Originalmente de 2017, estreou em Portugal em 2018.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: