Black Panther [2018]

Tenho um pequenito ódio de estimação pelos filmes da Marvel e pelo que representam hoje em dia, mas o meu recente visionamento do Avengers: Infinity War foi uma pequena surpresa e despertou-me o interesse em voltar a dar mais uma oportunidade, talvez as coisas tenham melhorado com o tempo?

Decidi portanto arriscar no Black Panther, porventura o mais bem recebido em termos críticos mas também de público, para testar se as coisas estão realmente melhores. Black Panther tem desde logo algo que o faz partir em vantagem no arranque, não parece um típico filme da Marvel, pelo menos em termos visuais, cénicos, temáticos e ambientais, tipo nem de perto. Nunca me senti a ver um dos aborrecidíssimos filmes “copy-past” que o estúdio da Disney sempre nos habituou, não sentiu a necessidade de espetar por lá nenhum cameo de outros super-heróis e só por isso já merece que se lhe tire o chapéu.

Não deixa, no entanto, de ser uma realidade que a sua estrutura acaba por não fugir muito da tradicional e aborrecida narrativa que estes filmes invariavelmente seguem (tipo, a segunda metade é quase um remake do Dawn of the Planet of the Apes), e se num qualquer outro filme eu encolheria os ombros naquela do “meh whatever“, aqui acabou por meter mais pena porque Black Panther está carregado de qualidades, virtudes e boas decisões que a meu ver mereceriam um outro arrojo narrativo.

De qualquer das formas, no final das contas acho que a balança acaba por cair confortavelmente para o lado qualitativo, Black Panther é um bom filme de acção e fantasia com uma enormíssima personalidade que acaba por crescer muito além do espartilho do universo cinemático da Marvel. O que o filme faz com todo o imaginário africano subsariano, como pega na cultura tribal mesclada com toda uma alma de fantasia e ficção cientifica é digno de nota, tendo tempo ainda para injectar toda uma mensagem racial que a meu ver só peca por ser tão contida (e tão mal aproveitada pelo vilão).

Black Panther é um bom exemplo de como o cinema comercial da pipoca pode ter qualidade e pode crescer mais além do que seria suposto. E com tudo isto a Marvel consegue 2 tiros certeiros em sequência o que, dito por mim, é… estranho.

Comments
One Response to “Black Panther [2018]”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: