Assetto Corsa [2014]

Quem me conhece sabe que sou um apaixonado por desporto motorizado, F1 e por arrasto simuladores hardcore de condução.

Assim muito por alto o meu percurso dentro da área é algo tipo Ferrari Grand PrixNascar RacingGrand Prix LegendsGrand Prix 3Grand Prix 4F1 Challenge 99 – 03rFactor. E rFactor foi mesmo o ultimo grande vicio que tive, centenas e centenas de horas, campeonatos online, equipas virtuais e tudo mais. Desde estão e de alguns anos para cá perdi um pouco o bichinho, “casei-me”, mudei de casa, rFactor 2 não me conquistou e aos poucos o meu volante foi ficando cada vez mais dentro do armário, guardado.

A centelha que despertou o meu amor pelos simuladores vem de Itália e chama-se Assetto Corsa. Anos atrás cheguei a tocar ao de leve num simulador que era mais uma tech demo do que propriamente um produto completo chamado Netkar Pro, nunca imaginaria que anos e anos mais tarde, a mesma equipa lançaria cá para fora uma sequela espiritual tão boa e completa como este maravilhoso Assetto Corsa.

Assetto Corsa acaba por fazer um pouco o papel que rFactor fez na década passada e que a sua sequela perdeu, ser uma plataforma de extrema facilidade para mods, levando a uma interminável colecção de circuitos e carros e que os seus rivais mais directos não conseguem sequer sonhar. Mas o seu ponto mais forte é mesmo a física e o force feedback que nos transmite, é puro prazer sentir o carro e um desafio puxar cada vez mais por ele, volta após volta e, muito gratificante quando as coisas correm bem e aprendemos com os nossos erros. Pode não ser o simulador mais realista (iRacing deverá ser ainda o ponto de referência) mas está lá muito perto.

A colecção de carros (mesmo sem mods) é extremamente variada entre carros de estrada (que não me dizem muito) de corrida e históricos (e que bons que são, tão bons). Pouca coisa me dá mais gozo do que domar o lindíssimo Maserati 250F do Fangio no Nordschleife.

No entanto, Assetto Corsa tem algumas limitação, desde logo a ausência de condução nocturna (e por arrasto de transições dia/noite) e condições climatéricas (não há chuva), algo que rFactor 2 por exemplo simula na perfeição. Também a IA tem sérios problemas e torna-se um pouco frustrante fazer corridas offline (a anos luz da IA do F1 2017, por exemplo, que vos falarei nos próximos dias). Tudo isto leva a que Assetto Corsa seja na prática mais um simulador de hot laps do que propriamente um simulador de corridas, pelo menos para mim.

Já foi anunciada um especie de sequela/spin off intitulada Assetto Corsa Competizione que se centrará no campeonato GT Blancpain e irá trazer melhor IA, chuva e noite, o que é muito prometedor. Infelizmente não terá suporte para mods e virá num motor de jogo diferente (e que bom que é aqui no Assetto Corsa) portanto espero-o ansiosamente mas também alguma relutância.

Mas, o importante a reter aqui é que Assetto Corsa é um magnifico simulador e obrigatório para quem gosta destas andanças, mas também quem gosta certamente que já o conhece. Só é pena que o meu velhinho e fiel volante Logitech MOMO se tenha avariado há umas semanas… 😦

Positivo:
+ Visuais.
+ Física.
+ Modding.

Negativo:
– IA.
– Ausência de ciclo dia/noite.
– Ausência de chuva.

Tempo de Jogo: 30 horas.

Sai do templ… do PixelHunt com:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: