Maratona Terror 2018

Outubro, mês do meu aniversário, mas também mês do terror aqui no PixelHunt, numa tradição que já nos acompanha desde o longínquo ano de 2010. Pois é, estamos prestes a entrar na 9ª edição da Maratona Terror!

E preparem-se que esta será a maior edição de sempre, com nada mais, nada menos que 24, sim, 24 filmes! Vinte e um. Terei tempo para tudo isto? Provavelmente não, portanto não se surpreendam se a coisa se estender para Novembro.

Como já é tradição, os escolhidos são um misto de filmes que tentem mostrar diversos sub géneros, idades e nacionalidades do terror, entre filmes que nunca vi e outros que quero recordar. A ideia, como habitual, é começar dia 1 e terminar dia 31 na noite do dia das bruxas.

O representante mais antigo este ano é de 1932 com a adaptação do conto de Edgar Poe, Murders in the Rue Morgue com o mui estimado Bela Lugosi. E é este o único representante da década dourada. Mas desenganem-se se acham que este ano é só filmes modernos.

A década de 40 terá 3 representantes, The Mummy’s Hand, Return of the Vampire , também com Lugosi e The Beast with Five Fingers. Saltamos a década de 50, para encontrarmos 4 filmes na década de 60,  as adaptações de Poe, House of Usher e The Raven e vamos descobrir as 2ª e 3ª partes da série Dracula da Hammer (já vi e escrevi sobre o 1º filme) Dracula Prince of Darkness e Dracula has Risen from the Grave.

Se gostam de terror dos anos 70 teremos apenas um representante, um giallo de nome La casa dalle finestre che ridono. Anos 80 teremos 4 representantes, o italiano L’aldilà, o remake de Cat People, o série b Xtro e o The Hunger com o também mui estimado David Bowie. Nunca fui muito fã do terror dos anos 90, acho que é das décadas com menor qualidade no género, mas escolhi um dos principais representantes, Candyman, que nunca vi.

E pronto, século XX é isto. O resto é tudo filmes do novo milénio. O que acaba por reflectir a explosão de qualidade que o género tem vindo a sentir nos últimos anos. Trick r’ Treat para celebrar o espírito da data e o alemão Ich seh ich seh goodnight mommy. E depois, preparem-se, 8 filmes dos últimos 3 anos! Bone Tomahawk, The Eyes of my Mother, Neon Demon do Refn, mother! do Aronofsky e para terminar, The Ritual, Verónica, The Nun e o recente Mandy.

Portanto, serão 24 filmes! (o recorde em maratonas) 15 americanos, 5 britânicos, 2 italianos, 1 espanhol e 1 austriaco. No ano passado prometi que este ano seria composto apenas por filmes não falados em inglês, mas falhei. Se quiserem ir seguindo a maratona e dar as vossas opiniões sobre cada um deles, podem visitar o PixelHunt durante o mês de Outubro, visitar o meu Facebook, Twitter ou então subscrever o feed aqui do meu estaminé. Até dia 1!

MV5BMmRkMDQzYzItZDFhMS00YzM1LTk0ZGMtZmExMzdiNzEwOTE4XkEyXkFqcGdeQXVyMTMxODk2OTU@._V1_SY1000_SX700_AL_1758551.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: