The Raven – O Corvo [1963]

 

Mais uma das adaptações que o Corman fez das obras do Poe de que vos falei no post do House of Usher. The Raven volta a ser protagonizado pelo Vincent Price mas as semelhanças ficam-se mesmo por ai.

Para além das curiosas histórias da sua produção e o facto de ser um dos primeiros trabalhos do Jack Nicholson, pouco sabia sobre The Raven. Imaginam então a minha surpresa quando ao vê-lo, descobri que se trata na verdade de uma comédia de fantasia e “terror”. Não vou negar que demorou um pouco a aceitar e a abrir a mente para algo que não estava à espera e o meu desfrute acabou por sair afectado por isso.

O problema, para ser honesto, não passa por The Raven ser uma comédia, mas essencialmente por não ter piada. Sou um pouquinho exigente no que a comédia diz respeito, há pouca coisa que me faz rir, e esta adaptação não é certamente uma delas, parece comédia para crianças e a meio do filme já estava cansado da banda sonora que, perdoem-me, é simplesmente atroz.

Mesmo havendo pelo menos duas outras leves adaptações do poema de Poe, uma de 1935 com Lugosi e Karloff e outra recente com o John Cusack, nunca seria tarefa fácil para Corman e companhia traduzir um poema num filme de hora e meia. E, verdade seja dita, essa dificuldade nota-se aqui, num argumento que parece que se desenrola ao sabor do vento.

O Melhor: Sem duvida a possibilidade de ver tanta lenda junta no mesmo filme. Vincent Price, Boris Karloff, Peter Lorre e Jack Nicholson! Ah e o corvo amestrado que se portou muito bem!

O Pior: Não quero ser mauzinho, mas quando a comédia é o pior num filme cómico a coisa não abona a seu favor. Mas toda a história que parece ter sido inventada à medida que iam filmando (e que não deverá estar longe da verdade tendo em conta as histórias sobre os improvisos) não ajuda em nada o filme.

A melhor cena: Difícil escolher uma já que pouco se destacou pela positiva, talvez o duelo final de magia entre o Price e o Karloff? Ou qualquer cena em que estas autênticas lendas se deixam levar por toda esta patetice e abandalham a coisa para a galhofa 😀

Veredicto: Acredito que para o pessoal que se ri com qualquer coisa, The Raven até possa ser interessante, mas para mim foi uma grande desilusão e acima de tudo uma oportunidade desperdiçada tendo em conta o grande elenco que o Corman conseguiu reunir. Não recomendo.

Podem-no ver, com uma qualidade assim, assim, no Dailymotion aqui em baixo:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: