La planète sauvage – O Planeta Selvagem [1973]

A única animação desta maratona, honestamente nunca tinha sequer ouvido falar de La planète sauvage, apenas o escolhi porque o vi em algumas recomendações e a premissa meio surreal até que me despertou o interesse. Uma produção Franco-Checa, La planète sauvage mistura uma narrativa francesa com o típico surrealismo das animações do antigo bloco de leste o … Continuar a ler

Minions – Mínimos [2015]

À semelhança de (demasiadas) pessoas por esse mundo fora, também fui ver os comprimidos amarelos ao cinema. Curiosamente, quando penso nos Minions vem-me sempre à cabeça os (agora esquecidos) Rabbids, que se bem se lembram, surgiram num qualquer jogo do Rayman e atingiram tal popularidade por entre a canalhada, que chegaram a ser, por um … Continuar a ler

Brave – Indomável [2012]

No ano passado aconteceu algo estranho e surpreendente. Pela primeira vez e pelo primeiro ano, o filme da Pixar era uma porcaria. Cars 2 foi uma bofetada na cara das pessoas que diziam que a Pixar era infalível. A aposta deste ano, Brave, tinha uma tarefa um pouco contraditória. Se por um lado tinha a … Continuar a ler

Rango [2011]

Com tanto filme do Kubrick até me esqueci que vi há dias este Rango.

Tangled – Entrelaçados [2010]

Já o vi há umas semanas, aqui vai a minha brevíssima opinião sobre a melhor animação de 2010.

Cloudy With a Chance of Meatballs – Chovem Almôndegas! [2010]

Excelente surpresa! Não estava à espera de nada muito diferente da fornada de filmes de animação que abundam por aí, mas fiquei agradavelmente surpreendido pelo tom tremendamente nonsense e quirky, muito ao estilo dos Simpsons. Embora seja muito in your face, a verdade é que as melhores piadas são bastante subtis e por vezes bastante … Continuar a ler