La planète sauvage – O Planeta Selvagem [1973]

A única animação desta maratona, honestamente nunca tinha sequer ouvido falar de La planète sauvage, apenas o escolhi porque o vi em algumas recomendações e a premissa meio surreal até que me despertou o interesse. Uma produção Franco-Checa, La planète sauvage mistura uma narrativa francesa com o típico surrealismo das animações do antigo bloco de leste o … Continuar a ler

Personal Shopper [2016]

Um dos filmes que vi na ultima edição do Motelx, no passado Setembro e que decidi esperar para falar aqui na maratona. Personal Shopper conta a história duma americana a viver em Paris que trabalha no submundo da moda francesa como uma espécie de secretária freelance duma conhecida modelo, ou seja, uma personal shooper. A … Continuar a ler

À l’intérieur [2007]

Regressamos à Europa, mais precisamente para território francês para um exemplo dum movimento cinematográfico denominado “novo terror extremista francês”. Esse movimento que se tornou popular no inicio do milénio, ganhou bastante notoriedade com filmes como Haute Tension, Martyrs ou Irreversible e pauta por um terror extremo que pega em alguns sub-géneros transformando-os em puro exploitation. À l’intérieur faz … Continuar a ler

Possession – Possessão [1981]

Voltamos a cruzar o atlântico e entramos na década de 80 com um filme que… bom, nem sei bem o que dizer. Que não estava à espera do que vi é dizer pouco, na verdade não sabia bem ao que ia, as poucas opiniões que fui lendo por aí deixavam adivinhar que era um filme fora … Continuar a ler

Haute Tension – Alta Tensão [2003]

Entramos no século XXI com um dos mais conhecidos representantes do denominado “novo terror extremista francês”. Com efeito, no inicio do século o terror francês sofreu uma injecção de criatividade e talento que se baseava numa nova vaga de revivalismo exploitation, onde as barreiras eram levadas ao extremo a cada novo filme. Esta tendência manteve-se … Continuar a ler

La famille Bélier – A Família Bélier [2014]

Anteontem tive a oportunidade de ser eu a escolher o filme no cinema e ainda bem, porque descobri uma pequena pérola. Fui com expectativas moderadas, já tinha ouvido boas coisas e, muito honestamente, a minha experiência com o cinema francês sempre foi baste positiva, mas nunca se sabe. Felizmente elas foram superadas, à superfície La famille … Continuar a ler

Martyrs – Mártires [2008]

Encerramos a 5ª edição da maratona terror do PixelHunt dois dias mais tarde que o planeado, e fi-lo com o filme mais desconfortável da lista, de longe. Não gosto de torture exploitation, é um tipo de terror que pouco me diz, gosto de subtileza e de imaginar o que não me é mostrado. Não deixa de … Continuar a ler

La Vie d’Adèle – A Vida de Adèle [2013]

Um aspecto negativo de ver tanto cinema é que chega a um ponto que uma pessoa começa a vê-los duma forma fria e demasiado técnica, mesmo bons filmes que são de certa forma marcantes às vezes não é fácil esquecer que estou obviamente a ver um filme. Um bom filme é certo, mas nada mais … Continuar a ler

Les Yeux Sans Visage [1960]

É o sexto filme da maratona, o primeira da década de 60 e o primeiro francês, é Les yeux sans visage que não consigo encontrar a tradução portuguesa… será que não estreou por cá na altura? A história deste é bastante interessante. Após um acidente de viação a filha dum reputado médico fica completamente desfigurada … Continuar a ler

La Cité des Enfants Perdus – A Cidade das Crianças Perdidas [1995]

Já vejo o final, está perto, perto. Este foi o penúltimo filme da maratona e o único representante da década de 90. Curiosamente o primeiro contacto que tive com este filme foi através do videojogo, um aventura gráfica cuja demo me passou pelas mãos em miúdo. Aparentemente o jogo era merdoso, já pouco me recordo, … Continuar a ler

Alphaville [1965]

Depois duma pequena pausa estou de regresso à maratona Sci-fi 2012. Entramos na década de 60 com um filme que tinha algum receio de ver, sei bem ao que vou quando vejo um filme do Godard, os seus filmes não são propriamente os mais fáceis de digerir. Pois bem Alphaville não é um filme fácil, … Continuar a ler

Le Voyage dans la Lune – Viagem à Lua [1902]

Começa assim esta maratona Sci-fi, como prometido o primeiro da lista é o clássico Viagem à Lua do Méliès. Embora seja um dos filmes mais reconhecidos pelo imaginário popular, Viagem à Lua ganhou um grande impulso com A Invenção de Hugo do Scorsese que retrata a vida dum miúdo que conhece George Méliès. Muito inspirado … Continuar a ler

Intouchables – Amigos Improváveis [2011]

Intouchables tem tido um impressionante passa a palavra e todas as reacções positivas despertaram a minha curiosidade. A primeira vez que travei conhecimento com Intouchables foi ao ver o poster, semanas antes da sua estreia “Amigos Improváveis? O quê… só porque um é branco e outro preto? Boring…” mas depois ao ver o trailer reparei … Continuar a ler

The Artist – O Artista [2011]

Mais vale tarde que nunca! Meses depois dos oscares só agora consegui ver o grande vencedor da ultima cerimónia da academia. E que bom que foi!

Les Diaboliques – As Diabólicas [1955]

Depois de uma pausa de alguns dias, regresso com o único filme francês da lista, Les Diaboliques.

Les jolies choses [2001]

Estou de volta! E nada melhor que regressar com um filme que vi nesta semana de férias e que vai encerrar definitivamente a breve viagem ao mundo da Marion Cotillard.

Le Dernier Vol [2009]

A vontade de ver mais Marion Cotillard levou-me ao seu ultimo filme francês até à data, de nome Le Dernier Vol (penso que nem chegou a estrear cá). Curiosamente ela contracena com o seu marido Guillaume Canet, que se bem se lembram eram o par do Jeux d’enfants.

Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain – O Fabuloso Destino de Amélie [2001]

No mundo dos videojogos as pessoas costumam brincar ao dizer que sempre que alguém fala do Deus Ex alguém o reinstala. Hoje aconteceu-me algo semelhante, estava numa conversa e a Amélie veio à baila, depois duma pequena troca de palavras vi-me obrigado a ir à prateleira buscar o DVD e revê-lo mais uma vez. É … Continuar a ler

Un Long Dimanche de Fiançailles – Um Longo Domingo de Noivado [2004]

Apeteceu-me continuar com a minha semana francesa, como tal decidi rever o Um Longo Domingo de Noivado do Jeunet.

La môme – La Vie en Rose [2007]

Para terminar esta pequena pausa na maratona Bond que centrei à volta da Marion Cotillard, nada melhor que ver o filme que a catapultou para a fama mundial, o La Vie en Rose.

Jeux d’enfants – Amor ou Consequência [2003]

Como cheguei a meio da maratona bond, e para ser sincero já estou um bocadinho saturado, decidi fazer uma pausa e ver algo diferente.