Ryse: Son of Rome [2013]

Há umas semanas comprei uma nova e decente gráfica, e como qualquer pessoa faz nessas alturas, instalei alguns jogos que pudessem puxar por ela. Um jogo que estava perdido lá na minha biblioteca era este Ryse: Son of Rome, a mais recente tentativa da Crytek em fazer um jogo relevante, depois do já longínquo ano … Continuar a ler

Crysis 2 [2011]

Este inicio de ano prometia duas valentes desilusões “videojogáveis”, Dragon Age 2 e Crysis 2, dois jogos que nasceram no PC e cujas sequelas foram engolidas pelas consolas sujas. O jogo da Bioware confirmou as baixas expectativas, mas e a aposta da Crytek?

Crysis Warhead [2008]

Ainda consegui despachar a expansão do Crysis antes de começar a jogar a sequela.

Crysis [2007]

O Crysis 2 está aí a rebentar, como tal decidi recordar o original que foi um dos últimos jogos que realmente evoluiu a industria em termos tecnológicos.