ABZÛ [2016]

A equipa responsável pelo meu vice GOTY de 2012, o maravilhoso Journey, libertou-se das ligações com a Sony e apresentou o seu primeiro projecto independente, ABZÛ. Qual o significado da palavra abzû, não faço ideia. Não se sintam mal por nunca terem ouvido falar de ABZÛ, é normal. Nota-se a falta que a máquina de … Continuar a ler

Acabei de Jogar… Crime no Hotel Lisboa | Never Alone | Tiny & Big: Grandpa’s Leftovers

Já joguei alguns destes jogos há valentes meses, mas só falo agora deles porque decidi junta-los num só artigo, como fazia antes. E fi-lo porque honestamente não tenho muito para falar, pelo menos não o suficiente para encher uma entrada para cada um destes jogos 😀 Crime no Hotel Lisboa [2014] É sempre bom haver … Continuar a ler

Her Story [2015]

Aproveitei a férias para descobrir um dos meninos bonitos da cena indie do ano passado, nada mais nada menos que um jogo… full motion video! Sim, é verdade, ainda se fazem jogos FMV por incrível que pareça, no entanto se estão à espera de algo tipo Phantasmagoria ou Gabriel Knight II dos bons velhos tempos, … Continuar a ler

Superhot [2016]

Vou manter isto curto porque, como já vos disse, ando com pouco tempo e muito trabalho 😦 Gosto quando pequenos jogos experimentais, normalmente grátis, se tornam tão grandes dentro dos seus pequenos espaços que conseguem relançar-se como jogos completos e comerciais. Há exemplos de sucesso que já fui falando por cá como Dear Esther, Stanley Parable … Continuar a ler

The Vanishing of Ethan Carter [2014]

Está naquela altura de começar a pensar qual o meu jogo do ano 2014, portanto há que começar a descobrir alguns que me despertam o interesse. Um deles é este The Vanishing of Ethan Carter. Se há uma tendência actual de que gosto, é a explosão que alguns géneros nicho estão a ter. Alguns até … Continuar a ler

The Stanley Parable [2013]

Há uns bons tempos falei-vos dum mod para o Half-Life 2 que me despertou o interesse, era um pouco fora do normal e brincava com as convenções estabelecidas da narrativa em videojogos. O nome era The Stanley Parable e terminei dizendo que à semelhança de Dear Esther, estava previsto um remake todo pipi. Pois bem, … Continuar a ler

Real World Racing [2013]

Aproveitei para comprar um jogo que tinha visto em tempos a circular pelo Steam Greenlight durante aquelas típicas buscas por pequenos tesouros lá escondidos no meio da porcaria. Acabei por me esquecer deste Real World Racing até que o vi em promoção. Nem sabia que já tinha sido aprovado pelo Greenlight. E porque me chamou … Continuar a ler

Kairo [2013]

Cairo! Distante Cairo! Excitante Cairo! Apaixonante! Ou então não… Ofereceram-me isto e não faço ideia o que é. Minto, na verdade já tinha ouvido falar e já tinha visto imagens, no entanto não sabia de facto no que consistia este Kairo. A melhor forma de o descrever é… tipo… um jogo de puzzles à lá … Continuar a ler

The Swapper [2013]

Quem me costuma ler já deve ter reparado que jogo muita coisa indie, e que grande parte deles são puzzle platformers, descendentes directos do sucesso de Braid em 2008. Também já devem ter reparado que sou um forte critico desses jogos quando não conseguem evoluir mais do que a sua interessante mecânica central. É “fácil” … Continuar a ler

Papers, Please [2013]

Caido meio de para-quedas no ano passado, Papers, Please afirmou-se como uma das maiores surpresas de 2013 e um sério candidato a jogo independente do ano. Também eu fui surpreendido, nem tanto pela sua qualidade mas… pelo jogo em si. Quem diria que um simulador burocrático poderia ser assim tão empolgante! É certo que nos … Continuar a ler

Proteus [2013]

Jogos como Dear Esther e Gone Home ajudaram a popularizar um sub-género muito em voga hoje em dia, falo de experiências narrativas indirectas que se apoiam na exploração e no ambiente. Proteus é um jogo que se insere neste grupo, no entanto, aplica uma roupagem um pouco diferente, claramente inspirada em jogos como Minecraft, com … Continuar a ler

Acabei de jogar… Mark of the Ninja | Snapshot

—————————————————— Mark of the Ninja [2012] A canadiana Klei Entertainment tem-se vindo a assumir como uma das lideres em animação 2D dentro do espaço independente. Shank surpreendeu pelo seu traço detalhado e animações fluidas e Don’t Starve pela sua interessante direcção artística, mas a sua joia da coroa é este Mark of the Ninja, um … Continuar a ler

Gone Home [2013]

Todos sabemos que de forma geral os videojogos são direccionados para um público no pico da puberdade, portanto são imaturos, burros e superficiais. Felizmente há e sempre houve diversos mercados nicho, que fazem jogos diferentes para pessoal um pouquinho mais exigente que procura alguma sensibilidade artística num meio que ainda não se libertou do estigma … Continuar a ler

Acabei de jogar… Serious Sam: The First Encounter | Closure

———————————————————————————————————————————— Serious Sam: The First Encounter [2001] Embora eu seja um PC gamer há quase 20 anos, há certos pecados pouco dignos de quem passou grande parte da sua vida a jogar apenas no PC. Não gosto de jogar multiplayer, não jogo MMO’s, nunca toquei num jogo da Blizzard e… nunca joguei Serious Sam! Bom … Continuar a ler

Acabei de jogar… Death Rally | Steel Storm

Mais dois jogos que estavam meio perdidos na minha biblioteca, até que nem foram maus de todo! 😀 ———————————————————————————————————————————— Death Rally [2011] Lembram-se do primeiro jogo da Remedy, famosa pelos Max Payne e Alan Wake? Pois, eu não. Apenas conhecia Death Rally de nome mas nunca o cheguei a jogar na altura. Pois bem, ele … Continuar a ler

Acabei de Jogar… Super Hexagon | Hammerfight

Esta a ser complicado seguir à risca o plano de reduzir o backlog, ainda por cima depois da summer sale do Steam. Mas não vou desistir! Mais dois joguinhos pequenos despachados! ———————————————————————————————————————————— Super Hexagon [2012] Como muitos de vós deverão saber sou um fã incondicional de VVVVVV, é um dos meus indies favoritos, de tal … Continuar a ler

Acabei de jogar… McPixel / Dungeons of Dredmor

A Summer sale do Steam chegou e com ela as cartas! Para quem não sabe agora ganhamos cartas em certos e determinados jogos que podem ser vendidas. E é precisamente isso que ando a fazer, o lado bom disso é que tenho alguma motivação para instalar e jogar jogos que doutra forma talvez não o … Continuar a ler

Waking Mars [2012]

Uma oferta dum amigo, Waking Mars acho que veio num dos humble bundle. Não conhecia muita coisa coisa sobre isto, chega uma altura em que todos estes indies começam a misturar-se na minha cabeça, tinha a ideia que este era o Mars: War Logs, depois vi que afinal era um jogo que tinha lido no … Continuar a ler

Acabei de Jogar… Trine 2 | Capsized | Thomas Was Alone

Com o verão e o calor não me apetece muito andar à volta de jogos que requeiram muita atenção, e como a minha demanda para reduzir o backlog continua em cima da mesa, aqui estão mais três jogos curtinhos despachados numa dúzia de horas. Dois deles foram adquiridos no recente Humble Bundle (Capsized e Thomas … Continuar a ler

Superbrothers: Sword & Sworcery [2011]

Meus amigos, antes de começarmos, por favor façam play no próximo vídeo e deixem-se imergir pela experiência sonora criada por Jim Guthrie para Superbrothers: Sword & Sworcery. Vá lá, eu espero =) Estão a gostar? Podem continuar a ouvir, mantenham a página aberta e vão fazer outras coisas, quando quiserem podem voltar. É um espectáculo … Continuar a ler

A arte de… Superbrothers: Sword & Sworcery

Acabei de jogar… Anna | Offspring Fling! | Shank

Enquanto espero pelos lançamentos de Março (Tomb Raider e Bioshock Infinite) e me decido que jogo de grandes dimensões me vou por a jogar até lá, despachei mais três indies que tinha por aqui no Steam. Os escolhidos desta vez foram mais uma vez jogos pequenitos que pudesse acabar num par de horas. Anna, uma … Continuar a ler

Little Inferno [2012]

Um novo jogo dos criadores (e não só) do World of Goo? Bem isso vai ser um acontecimento do caraças, vai andar tudo a falar dele! Quando vai sair? Hum? Já saiu? Há dois meses…? Little Inferno? Porque passou tão discretamente? Espero que não seja uma porcaria… Não é, mas é um jogo definitivamente estranho … Continuar a ler

Hotline Miami [2012]

Foi há coisa dum mês que um e-friend me deu a conhecer Hotline Miami, ele apregoava que era a melhor coisa desde sempre e que resumidamente era do caraças. “Hotline quem?” Questionei eu. Sinceramente do que via pouco ou nada me puxava o interesse. Terríveis visuais e uma permissa que aparentemente pouco mais era que … Continuar a ler

Acabei de jogar… FTL: Faster Than Light | Lone Survivor | Thirty Flights of Loving

Mês de Natal e um novo emprego resultam obviamente em menos tempo livre para escrever, mas mesmo assim não coloco de parte o tempinho que sempre disponho para jogar. Como estamos a acabar o ano e comecei a pensar no meu top de jogos de 2012 apercebi-me que… não tinha jogado quase nada! Decidi então … Continuar a ler