Doze anos sem Kubrick

Artigo originalmente publicado na Red Carpet de Março de 2008, na altura chamava-se “Nove anos sem Kubrick” :p

Eyes Wide Shut – De Olhos Bem Fechados [1999]

Finalmente, após quase um mês terminei a minha retrospectiva pela filmografia do Kubrick e claro com o maravilhoso Eyes Wide Shut.

Full Metal Jacket – Nascido Para Matar [1987]

Penúltimo filme da carreira do Kubrick e o seu terceiro filme de guerra.

The Shining [1980]

Entramos na década de 80 com o unico filme de terror do Kubrick.

Barry Lyndon [1975]

Afinal ainda arranjei tempo hoje de tarde para ver o Barry Lyndon. Estamos a chegar ao fim, ficam a faltar apenas três filmes.

A Clockwork Orange – Laranja Mecânica [1971]

Entramos na década de 70 com um dos filmes mais polémicos do Kubrick, A Clockwork Orange.

2001: A Space Odyssey – 2001: Odisseia no Espaço [1968]

Hoje foi dia do clássico sci-fi e um dos filmes da minha vida, 2001: A Space Odyssey.

Dr. Strangelove – Dr. Estranho Amor [1964]

Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (vamos só tratar por Dr. Strangelove a partir de agora) dá inicio a uma brutal sequência de alguns dos melhores filmes de todos os tempos.

Lolita [1962]

A Lolita chegou um pouco tarde por causa dos Oscares, já não vou conseguir atingir a deadline de 7 de Março, mas não é grave.

Spartacus [1960]

A maratona entra na década de 60 com o primeiro grande épico de Kubrick, Spartacus.

Paths of Glory – Horizontes de Glória [1957]

Altura para rever o, arrisco dizer, melhor filme sobre a Grande Guerra de sempre, Paths of Glory.

The Killing – Um Roubo no Hipódromo [1956]

Hoje foi dia de ver o filme que é unanimemente considerado como a primeira grande obra do Kubrick, The Killing.

Killer’s Kiss [1955]

Segunda longa metragem do Kubrick, desta vez o resultado é bem melhor que a sua estreia.

Fear and Desire [1953]

Primeira longa metragem do Kubrick, agora sim, let the fun begin!

The Seafarers [1953]

Saltei o Fear and Desire para poder despachar já todas as curtas do Kubrick.

Day of the Fight [1951]

Segunda curta realizada no mesmo ano de Flying Padre, mas com o dobro da duração.

Flying Padre [1951]

Pois bem, começa então esta nova maratona! E começa com a primeira curta documental do Kubrick, Flying Padre.

Maratona Kubrick

Acho que chegou a altura para nova maratona, depois dos sucessos pessoais que foram as duas anteriores que me permitiram descobrir um molho de grandes filmes.